O dia em que abri o botão da camisa

Um dos truques de estilo que eu mais curtia era o de abotoar a camisa até a gola, tudo bem fechadinho, muitas vezes até arrematando com um colar por dentro. Mas esse ano, tudo mudou: estou aficcionada por usar camisas abertas, deixando parte do top à mostra!

Aliás, esse ano busquei valorizar muito mais meu colo, que é uma das partes do meu corpo que eu mais gosto (depois das pernas!). Então tudo que tem um decote mais profundo, eu estou aderindo: foi assim nesse look com o top azul de decote em V, por exemplo!

Eu continuo amando o truquinho da gola abotoada, mas estou nesse momento com mais vontade de um perfume sexy no estilo, vejam vocês. Como falei aqui, quase não uso mais sutiã, mas nesse caso eu tenho recorrido ao que chamam de middlewear – que não chega a ser uma lingerie, mas a peça que fica entre ela e a roupa, pra justamente aparecer num detalhe, como se fosse um acabamento!

ana-soares-look-vermelho

Aqui dá pra ver bem como é essa middlewear rendada, que comprei na Intensify.me

Esse look por exemplo, eu AMEI com todas as forças e veio justamente da junção de duas peças que eu ignorava completamente no meu armário, vejam vocês (e eu só mantinha porque enxergava potencial, mas não conseguia extrair as ideias a partir delas)! Essa camisa de seda eu ganhei do Cantão, mas não curtia muito, até usei num look pro blog que eu simpatizei, mas não amei. Comecei a usá-la aberta por cima de bodies e, nesse dia, tive a ideia de coordená-la com essa bermudinha que eu também não conseguia usar de um jeito que eu gostasse, hahahah!

As duas peças rejeitadas geraram, juntas, um look que gostei tanto, como pode isso?

Simples: mesmo sendo duas peças em alfaiataria, eu subverti a lógica careta com um botão a mais aberto e renda à mostra. BINGO!

ana-soares-look-vermelho-2

Fico confortável saindo por aí com a blusa tão aberta? Serei hipócrita se disser que fico 100%. Não, totalmente, não, mas confesso que me sinto atraída por esse mixed feelings de esconde-aparece-mostra-não-mostra, de alguém olhar e pensar que me distraí e deixei o botão aberto, hahaha!

De qualquer maneira, é algo que prefiro usar para certos locais, lógico, em que eu me sinta à vontade com essa proposta. Nesse dia eu usei o look para ir ao salão, mas repetirei facilmente para encontrar alguma amiga/amigo ou ir na casa de alguém.

O que vocês acham desse truque de estilo? Acreditam que precisa de coragem para aderir ou de boa?

 

Compartilhe nas redes sociais
pinterest: pinterest
tumblr:
google plus:

Comente pelo Facebook

Comentários pelo blog

9 comentários

  1. Letícia Garcia comentou:

    Eu não curto porque parece que a casa do botão tá folgada e o sutiã tá aparecendo sem eu querer, meio que me sinto desleixada. Se for com uma blusinha acho que me sinto melhor.

  2. Mari comentou:

    eu gosto de usar assim, mas geralmente uso uma regata de alcinha por baixo (fica bom inclusive com aquelas com rendinhas).
    Mas não sei se usaria de boa com algo q lembra muito sutiã, ia ficar bem consciente o tempo todo do q está aparecendo ou não. mas é bonito.

    1. Ana Carolina respondeu Mari

      Essas regatas são ótimas! E acho que gera mais conforto mesmo

  3. Lucia comentou:

    Achei lindo, um show!!

  4. Anne comentou:

    Acho lindo, mas ainda não criei coragem pra usar hahaha Já até indiquei e montei look pra cliente com camisa aberta e top de renda por baixo, mas eu mesma não usei! Também acho que pro meu estilo, rolaria melhor com uma camiseta meio transparente… Mas a proposta com camisa é show também!

  5. Marina comentou:

    Eu acho lindo e uso assim.

    Tenho muito busto e nunca usei camisa abotoada até em cima (que foi tão moda esses últimos anos) justamente por isso. Evito qualquer blusa de gola muito fehada (até decote redondo) porque acabo parecendo que tenho um “peito de pombo”, sabe como? Aquele volumão sem forma nem nada por baixo da blusa.

    Talvez justamente por ter muito peito, sempre tive que prestar atenção se as blusas abotoadas estavam firmes, se estava muito transparente ou muito “vulgar” (eu sempre tive a impressão de que tendo mais busto ou mais “corpo” em geral a chance de parecer um pouco mais vulgar era um pouco maior). Não que isso seja um problema, mas pra me sentir mais segura e “composta”, há muitos anos passei a adotar essas blusas de alça por baixo de muitas blusas e me habituei totalmente. Tenho várias clarinhas com renda em cima e também umas sem renda que compro na C&A, na parte de básicos, de algodão, menos transparentes, tipo um cotton bem firme, sabe? Gosto dessas (das brancas) quando uso a blusa bem abertona mesmo, acho que fica um “acabamento” bem bonito pq além de não fazer volume elas são bem branquinhas.

    Ah, e gosto de usar blusa aberta porém não muito “escancarada” que está assim e um colar fininho por baixo, por dentro da blusa. Acho que fica um charme a mais esse mostra-não-mostra com um brilhinho sutil aparecendo “sem querer aparecer” de vez em quando.

  6. Rachel comentou:

    Oi Ana, um dia desses vi minha sogra (uma senhora de seus 60 e poucos anos) usando uma regada mais cavada com um sutiã rendado por baixo. Quando vi achei tão lindo! Ela estava tão linda! E pensei comigo: caramba sua sogra tá aí toda maravilhosa e vc sem coragem pra pensar em roupa. Já usei algum decote na vida e sempre gostei, mas esqueci disso, deixei de lado. Foi quando me dei conta como tinha relaxado nos cuidados comigo mesma. Ainda não consegui me organizar… Parar pra me ajudar, mas pelo menos percebi que preciso cuidar mais de mim. Já é um começo…

  7. Renata comentou:

    De onde é esse mocassim?

    1. Ana Carolina respondeu Renata

      Selaria!