Podcast Moda Pé no Chão EP 25: Moda inclusiva!

Você já parou para pensar que o tal do pretinho básico ou o combo jeans e camiseta ainda não sejam itens tão básicos para os corpos com deficiência? Como as marcas estão se movimentando para tornar suas lojas e coleções mais acessíveis para a variedade de PCDs que também querem se vestir bem e com estilo? Como podemos fazer para trazer mais para nossas práticas e discursos temas que incluam de verdade todo mundo?

O bate papo desse episódio conta com a participação da profissional de moda Michele Simões, que é cadeirante e está à frente do projeto Meu Corpo é Real. Que mulher incrível e que aprendizado ela transmitiu nessa conversa! Todo mundo deveria ouvi-la falar, só acho!

hering_vestido_parca

Quem quiser assistir Michele em ação, recomendo esse TEDx com ela!

Agora ouça nosso ep no podcast:

Podcasts são conteúdos em áudio, transmitidos pela internet através de apps. Dá pra ouvir na academia, enquanto amamenta, lava a louça, a caminho do trabalho, durante uma viagem. Pausar, ouvir mais tarde, re-ouvir algum trecho. 🙂

Moda pé no chão traz periodicamente temas práticos para quem quer ser feliz com o que tem sem gastar muito, com convidados para discutirmos assuntos pertinentes sobre consumo consciente para todos os tamanhos, bolsos e idades. Para quem quer vestir-se de si mesma sem complicação, com ideias simples, dicas certeiras, críticas e opiniões sempre muito sinceras.

O episódio já está disponível nos aplicativos de podcast pra IOS e Android, como Spotify, Soundcloud, Apple Itunes, Castbox, Overcast, We Cast, Google Podcasts e muito mais! Procure no seu app de Podcasts ou de áudio!

Quem segue e compartilha está sempre sabendo quando sai ep novo e ainda dá força pra blogueira aqui!

 

Aqui já tem o link direto para ouvir todos os episódios e baixar!

Compartilhe nas redes sociais
pinterest: pinterest
tumblr:
google plus:

Ideias para looks de trabalho descolados

Sempre sempre sempreee me pedem ajuda para ideias de looks de trabalho que sejam mais interessantes que o básico calça preta + blusa branca + terninho. É claro que varia de acordo com os diferentes ambientes e adequações que certos cargos exigem, mas a real é que não precisamos nos fantasiarmos de quem não somos de segunda a sexta-feira.

Nosso estilo, valores, cores podem e devem nos acompanhar inclusive nos looks de labuta, para nos sentirmos mais confiantes e felizes também nesses momentos. Montei todos os looks com peças da Enjoy, principalmente da nova coleção que está nas lojas, a Refúgio (amo esse nome! Tudo a ver com o que penso sobre o vestir), que traz um bom equilíbrio de peças que funcionam tanto para ambientes profissionais – dos mais formais aos mais despojados –, quanto para o dia a dia! Gosto e penso que a maior parte das nossas peças têm que estar alinhadas com nossos desejos de imagem, mas principalmente com a nossa vida real!

Vamos às ideias para acender aquela luz na cabecinha de todo mundo, tanto para novas coordenações com o que se tem, quanto para identificar peças boas para acrescentar nos looks!

  1. Variando os vestidos!

ana-looks-enjoy-7

Esse vestido de viscose é fresquinho, ideal para cidades mais quentes. Mas muitas vezes o ar condicionado fica bombando, então terceiras peças entram para adicionar elementos coloridos, estampados, texturizados ou com proporções interessantes ao look. Para vestidos mais compridinhos, prefiro casaquinhos ou jaquetas mais compridos também.

Não tem muitas saias ou enjoou de usar o vestido só da mesma maneira? Sobreposição com blusas é o que há! Escolhi uma da mesma coleção, com o link de cor com a estampa do vestido, e que já vem com esse torcidinho na frente, deixando o acabamento muito bacana! Ninguém diz que é um vestido por baixo!

Dá pra simular esse torcido com um nózinho lateral na blusa de malha ou um nó frontal com camisa de botão. 🙂

ana-looks-enjoy-6

Vestido com legging, uma raridade por aqui! Mas nesse look eu gostei, opção boa para as grávidas (quando os vestidos vão ficando mais curtinhos, hehe), ainda dá pra arrematar com um cinto acima da barriga!

Esse vestido é de malha, o que o deixa super confortável também. Os acessórios entraram para elevar o status desse look, que mesmo com a jaqueta jeans oversized, ficou um descolado elegante!

ana-looks-enjoy-8

O mesmo vestido, mas agora numa mistura de estampas (listras com listras, AMO!), com o maxi cardigan. O melhor é a proporção, a altura da barra do vestido termina na mesma altura do casaco. Para alongar, colar comprido. 🙂

ana-looks-enjoy-9

2. Looks com saias

Quando a saia (essa é azul marinho) é mais comprida, gosto de trazer mais acessórios elegantes ou bem criativos e coloridos, para quebrar um pouco a sobriedade. A jaqueta jeans ajudou também nessa missão!

ana-looks-enjoy-5

Amesma ideia, mas nesse caso a criatividade e cores ficaram por conta da blusa estampada e o link de cores com a sapatilha!

ana-looks-enjoy-3

Mais uma vez acessórios e sapatos criativos MASSSSS mais sóbrios! Nesse caso eles vão mais para elementos geométricos do que necessariamente coloridões. Pode sr também no uso de materiais que não sejam metais, como acrílico, madeira, resina, etc.

ana-looks-enjoy-4

3. Looks com calças

Calça preta reta, estilo alfaiataria, quase todo mundo que trabalha fora, têm! não que seja essencial (eu não acho), mas já que ela está aí, vambora!

Uma coisa que fazemos demais é coordenar calça preta + blusas ou camisas estampadas coloridas. Acho um crime, juro! hahahaha! Preto com cores mais vibrantes matam a beleza da estampa, por isso eu uso alguns truques para melhorar isso. Um deles é coordenar com mais prças criativas no look, nesse caso foi o cardigan comprido alaranjado!

ana-looks-enjoy-2

Mais uma vez blusa com cor mais aberta + calça preta. Para salvar o look do marasmo total e dessa quebra de silhueta que o preto faz com essas cores, fiz uma transição suave entre elas com um cinto de cor neutra (pode ser azul marinho, vinho, marrom, bege, por ex) e o kimono também de cor neutra, caramelo. Aliás, adoro kimonos estruturados para ambientes de trabalho! Substituem com elegância blazers e terninhos, acho mais contemporâneo.

ana-looks-enjoy

E aí, se identificaram mais com qual look? Lembrando que todas as roupas (tirando os acessórios e a legging) são da Enjoy, e estão dispoiníveis nas lojas e na loja online! A marca tem anos e anos de tradição num vestir mais versátil, de qualidade, com contemporaneidade e para mulheres com corpos reais, vestindo do PP ao GG com roupas de modelagens que respeitam a variedade de corpos!

 

Post patrocinado pela Enjoy

Compartilhe nas redes sociais
pinterest: pinterest
tumblr:
google plus:

Vaporizador de roupas, vale a pena?

Eu tenho um histórico de queimar roupas por distração e ansiedade. Antigamente eu vivia atrasada, na correria, e escolher roupa e passá-la nos 48 do segundo tempo era uma rotina que muitas vezes custou a integridade física das minhas roupas, rs!

Hoje eu já separo o que vou vestir durante a semana, mas nem sempre foi assim e, na ânsia de deixar tudo passadinho, ligava o ferro de passar e tacava na roupa, sem verificar temperatura, ocasionando marcas de queimadura nas fibras (aquele brilho no tecido que não sai mais) e, pior, esburacando mesmo por conta do ferro quente.

Depois de alguns episódios, há alguns anos eu aproveitei os pontos do cartão de crédito e troquei por um steamer, ou vaporizador de roupas. Era um modelo de chão, que você pendura a roupa nele mesmo, num suporte, coloca água no compartimento, liga e espera o vapor quente sair. Foi a solução para alisar algumas roupas previamente passadas, amarrotadas de uso ou de guardadas, além das peças de tecidos mais delicados.

O que eu tinha é da SteamFast e, sinceramente, era beeem ruim: frequentemente ele parava de soltar o vapor e eu tinha que esperar voltar, além de encher as roupas de água, deixando tudo úmido.

A tia de Igor desapegou desse modelo portátil da marca Conair, fui testar meio descrente…mas fui positivamente surpreendida!

vaporizador-roupas-moda-pe-no-chao

E como funciona?

Achei o modelo ergonômico e bem potente, o vapor fica contínuo quando apertamos o botão, usamos em várias peças sem precisar colocar água logo. Tem que esperar a luz verde acender para indicar o uso e vem com três tipos de bocais, um com uma proteção deixando o vapor mais “suave” e outro com uma espécie de escova.

Testei numa blusa amassada de uso, pendurada na minha arara, e ele deixou o tecido lisinho. Aprovadíssimo! Acredito que não tenha contra indicações em tipos de fibras, já usei até pra desamassar peças em PU.

Não acho que funciona para tecidos muito espessos, como jeans, linho e algodão muito encorpado, ou para passar camisas sociais muito amassadas – rolou muito bem em tecidos mais finos ou camisas previamente passadas, que você só queira desamassar e tirar vincos. É rápido e a vantagem é que não existe a chance de queimar a fibra, pelo contrário! Muito mais seguro para a roupa. Só é preciso ter cuidado no manuseio para não colocar a mão ou dedos próximos porque esse vapor queima!

vaporizador-roupas

Eu já tinha testado outro no mesmo estilo, só que um modelo mais em conta que esse, mas não tinha curtido tanto. A parte triste é que, pesquisando online, descobri que esse da Conair custa mais de R$400 reais, OUCH! Bem caro, mas se você for como eu, que precisa de praticidade e eficiência, pode ser um bom custo x benefício. Além disso, como é compacto, dá para guardar de boa no armário, coisa que o meu de chão não permite, é um trambolho no canto do quarto.

Eu ainda uso o ferro de passar para tecidos mais encorpados, mas a real é que tenho usado muito meu steamer. Considero um item bacana até para viagens, apesar dele ser um pouco pesadinho. Ele não é bivolt, observe isso antes de ligar em tomadas 220v se o seu for 110v.

Outro fator positivo é que esse produto também higieniza as fibras, o que é ótimo para prolongar o uso delas sem precisar lavar muitas vezes. Também é indicado para higienizar estofados, cortinas, colchões, almofadas, lençóis, travesseiros e muito mais, eliminando ácaros e percevejos e tirando os odores de mofo e de roupa guardada.

Meu veredito é que vale a pena, MUITO!

Alguém aqui recomenda outras marcas e modelos? Conta aí nos comentários, para dar mais alternativas 🙂

Compartilhe nas redes sociais
pinterest: pinterest
tumblr:
google plus:

Look de festa com blusa e saia amarelas!

Nesse final de semana eu participei dos eventos do grupo Papo sobre Autoestima, projeto capitaneado com maestria pela Carla e pela Joana. No sábado tivemos uma festa, e o dresscode era livre! Por mais festas sem regras de vestir para todo mundo se sentir à vontade dentro dos seus próprios estilos. 🙂

Estava beeeeem frio para os padrões cariocas, por isso não tive dúvidas sobre o look que eu usaria, esse conjuntinho amarelo de blusa de manga comprida com ombreiras, e saia longa com botões frontais! Para acompanhar, fui de sandália com um leve salto, só pra saia não arrastar tanto no chão (reparem que o salto é amarelo também!), e tanta ryqueza tem que ter muito ouro, inshalá! Bolsa de festa de paetês douradões que era da minha mãe, muito antiga, mas tão antiga que nem cabe celular, hahaha!

Como a saia têm bolsos (aliás, todas as saias poderiam ter bolsos funcionais, né?), a solução foi levar o celular no bolso. Eu fiquei muito feliz nesse look, e o bom de ser um conjuntinho e não um vestido, é de poder usar as peças separadamente com outras, possibilitando looks diferentes, gerando variedade e, principalmente, adequando para situações cotidianas. Não ser aquele vestido parado no armário esprando um evento, fazendo valer mesmo o dindin!

ana-soares-look-festa-amarelo-1

ana-soares-look-festa-amarelo-6

ana-soares-look-festa-amarelo-5

 

ana-soares-look-festa-amarelo-4

ana-soares-look-festa-amarelo-3

Conjunto Wymann
Sandália Jailson Marques
Bolsa vintage
Brincos Trocando em Miúdos

fotos: Lucas de Oliveira

Quem achou que eu ficaria sem suar o buço por conta do look, quero dizer que errou feio, errou rude! A roupa me permitiu dançar com desenvoltura, inclusive me joguei no chão e ainda dei uma sarrada no ar! hahaha! Eu sou do time que não se desmonta, que prefere ir com sapato confortável a ficar descalça.

Aliás, lembrei de pedir para tirar fotos já quase no final da festa, quando eu estava melada de suor e com o cabelo desgrenhado de tanto causar na pixxxxtaaa, hahaha! Eu me diverti muito e todo mundo veio comentar do meu look, principalmente pela cor e por acharem que era um vestido de mangas compridas!

festa-papo
Nina Gabriella e eu na pixxxxxtaaaa
Compartilhe nas redes sociais
pinterest: pinterest
tumblr:
google plus: