Desabafo e dicas da leitora para compras internacionais

A Roberta escreveu esse email para os achadinhos das leitoras, mas ele estava tão completo, com dicas tão incríveis, que merecia um post só pra ele!

Assim como eu e acredito que muitas de vocês, a Roberta não se conforma com os preços praticados nas lojas e cansou de gastar sola de sapato. Ela passou a garimpar suas roupas diretamente dos fornecedores gringos e relata pra gente como foi a experiência e dá super dicas no final para quem quiser se arriscar também!

“Olá, Ana!

Esse e-mail de achadinhos é na verdade um desabafo: como consumidora cansei de ser feita de palhaça!

Passei cerca de quatro anos praticamente sem comprar roupas com o objetivo de economizar grana para comprar um apartamento. Finalmente conquistei meu cantinho!!! Uhuuu!!! Mas atualmente estou pelada!!! huahuahuahua

Há alguns meses iniciou-se uma folguinha financeira e fui às compras e pelo menos para mim está difícil demais gastar dinheiro: TUDO é feito de poliéster, TUDO é mal cortado e ainda por cima TUDO ESTÁ CARO DEMAIS!!! Em visitas a lojas de departamento consegui encontrar vários produtos iguais, com os mesmos defeitos e com grandes variações de preços. O mais curioso dessa história é que são raras as peças que são produzidas no Brasil, não somente nas lojas de departamento, mas em todas as grandes marcas. E, como sabemos, esses produtos são comprados a preço de banana em seus países de origem.

Se todos esses produtos vem dos chamados “Tigres Asiáticos” e o valor dos mesmos é absurdamente baixo porque então temos que pagar tanto??? Por maiores que sejam os custos operacionais e de importação, o fato de uma blusa de renda da Topshop custar de 16 dólares no ebay (link aqui) e mais de R$200,00 não só na Topshop, mas agora em qualquer loja meia boca de shopping para mim se torna uma piada de mal gosto em que nós somos feitas de palhaças.

Pois bem, inspirada no blog “Troquei meu guarda roupa na China” estou trocando o meu guarda roupa especialmente no ebay e no aliexpress. Seguem algumas comprinhas bacanas que já recebi (para referência coloco aqui minhas principais medidas: Busto – 92cm, Cintura – 79cm, Quadril – 104cm, Altura –1,65cm):

Vestido Floral da loja Viva La Rosa – link!

roberta-1

Tamanho comprado: UK 14 (ficou um pouquinho largo, acho que o UK 12 teria ficado perfeito).

Tecido do vestido e do forro – algodão.

O vestido não é da China e sim de uma loja virtual do Reino Unido. Minha mãe fez a bainha dele deixando seu comprimento cobrindo os joelhos. O vestido veste muito, muito bem!!! Ele tem uma modelagem vintage que favorece demais o corpo. Estou completamente apaixonada por ele!

Cardigan da Zara – link!

roberta-2

roberta-3

roberta-4

Ficou um pouco pequeno em mim no comprimento do braço. Ele terminou certinho na altura do meu umbigo, o que para muitas pessoas pode ser curto demais. O tecido é bem fininho, um pouco transparente e não segura o frio. Apesar dessas características, para usar no verão com uma camiseta sem manga por dentro e com as mangas arregaçadas (tamanho ¾) fica bem legal. Gostei muito, mas indico com ressalvas.

Blusa de chiffonlink!

roberta-5

A blusa veste muito bem e tem excelente acabamento. Ela é de poliéster, mas o caimento é bem melhor do que a maioria das roupas que tem por aqui no Brasil. As cores são lindas e o bacana é que o tecido amassa pouco, o que ajuda bastante no dia a dia

Dei algumas cabeçadas nas primeiras compras, mas tenho umas dicas que de repente podem ser úteis para outras pessoas:

1º) Conheça seu corpo: Nesses sites nós não podemos experimentar as roupas. Identificar o nosso tipo de corpo (ampulheta, retângulo, triângulo invertido, pera, etc) e a partir disso buscar quais tipos de roupas ficam boas na gente ajuda muito! Nesse contexto, tire todas as suas medidas em centímetros e em polegadas e deixe anotado em um caderninho. Essas medidas serão muito úteis durante as compras.

2º) Conheça o seu armário: É absurda a variedade de coisas que existe nesses sites e por isso é muito fácil a gente se perder e acabar comprando besteira. Para evitar isso eu criei uma listinha de coisas que eu preciso (Tim Gunn é meu pastor e básicos não me faltarão!!! rsrsrsrs) e me concentro nessa lista para fazer minhas compras. Para evitar compras de empolgação eu guardo os links de artigos que gosto em uma pasta de favoritos. Se em uma semana eu não me esqueci da peça e continuo desejando loucamente que ela esteja em meu armário, então realizo a compra.

3º) Compre produtos adequados para você: Não compre por tamanhos P, M, G, XG, mas sim de acordo com as suas medidas. A maior parte dos vendedores colocam as medidas das roupas nos anúncios dos produtos. Se houver medidas insuficientes no anúncio entre em contato com o vendedor ou não compre o produto. Evitar também de peças com tamanho único pode ser uma boa ideia especialmente quando você está bem próxima da medida máxima; por experiência própria, acredite, não fica nada bonito…

4º) Conheça bem o item que você comprará: é bacana identificar bem quais são os materiais das peças que você comprará e se eles são adequados ao que você deseja. Verifique o caimento, os detalhes de fotos do tecido, se as costuras marcam bem as áreas do corpo que você quer valorizar. É possível fugir um pouco do poliéster, mas é claro que isso poderá custar um pouco mais. Algumas vezes isso pode valer muito a pena.

5º) Controle seu orçamento: Compras na internet são ridiculamente fáceis de fazer e é muito fácil perder o controle especialmente se você utiliza cartão de crédito. Passei a usar mais o aliexpress pelo fato de poder usar boleto bancário, o que me facilitou bastante a vida para controlar meus gastos. Outra coisa que faço é uma tabelinha no Excel com os valores das compras que fiz no paypal. Assim não tem susto na hora de pagar a fatura do cartão! Raramente taxas de importação são cobradas em compras com valor abaixo de 50 dólares americanos. Para mim, manter compras abaixo desse valor tem sido uma tática interessante.

6º) Aprenda a mexer bem em sites de compras: Há diversos tutoriais na internet ensinando como reconhecer vendedores confiáveis e como usar o paypal. Ter domínio disso e ter consciência de que toda compra envolve riscos é um fator importante para trabalhar bem com as compras online e com os riscos que elas envolvem.

No mais é isso, Ana!”

Roberta, ficou incrível o seu relato! Acho que muitas vão se identificar e abre uma brecha para discutirmos essas alternativas para valorizarmos nosso suado dinheiro!

Compartilhe nas redes sociais
pinterest: pinterest
tumblr:
google plus:

Comente pelo Facebook

Comentar resposta para Garota Carioca Cancelar

54 comentários

  1. Amanda comentou:

    Adorei Roberta (e Ana)! Acho realmente uma “puta falta de sacanagem” as lojas cobrarem preços altíssimos por peça que, se nós pagamos barato, imagina as lojas que compram em grande quantidade?

    Semana passada recebi pela 1a vez uma roupa com a etiqueta da fast fashion bambam espanhola, tinha até preço: 29,95 euros! E a blusa no site chinoca é 12 dólares eheh!

    Ótimas dicas!

  2. Bia comentou:

    Ai gente, eu ainda sou iniciante nesse mundo de compras gringas. Já tive alguns erros e alguns acertos. Comprei uma jaqueta de “couro” no AliExpress por 17 dólares que é incrível, mas na mesma compra eu escolhi uma camisa que foi direto pra sacolinha de roupas para doar, o tecido era MUITO ruim 🙁
    Eu fico no dilema de gastar pouco pra não me decepcionar muito ou gatar um pouco mais pra garantir um tiquinho mais de qualidade. Agora tou esperando três blusinhas chegarem, e espero que o meu aprendizado tenha sido de verdade e eu consiga usar as 3!
    Esses dias fui em uma loja e fiquei doida por uma blusa. Era uma regatinha 100% poliester, que custava 80 reais. Me deu tanta raiva! Eu queria muito aquela blusa, mas não tem cabimento pagar esse preço. Resultado, não levei, mas tou com a dita cuja na cabeça.
    Uma saída que eu achei pra isso é mandar fazer as roupas. tenho uma costureira que copia direitinho os modelos. Aí eu compro o tecido e levo alguns vestidos que vestem bem. Não sai muito mais barato do que na loja, não. Mas pelo menos eu escolho tecidos de qualidade boa. Pra fazer roupas mais básicas que eu uso pra trabalhar eu acho ótimo!!
    Beijos!!

  3. Priscilla comentou:

    Adorei, Ana e Roberta!
    Também virei consumidora de sites da China, por causa da Amanda do Troquei meu Guarda Roupa na China, por achar totalmente absurdo o preço das roupas aqui, sendo que é tudo fabricado lá. Mesmo com o dólar alto vale muito mais a pena comprar fora. Algumas coisas ainda n me atrevi a comprar, tipo calça jeans, mas até bermuda e tênis pa o meu filho comprei.
    Já dei cabeçada sim, mas a grande maioria deu td muito certo!
    Beijos!

  4. Juh comentou:

    Realmente o relato da Roberta mereseu 1posts,rs Foi que eu disse ontem nuns *Achadinhos as roupas aqui num Brasil são caras d+.E a história do custo e benifício.

  5. Juliana comentou:

    Há tempos faço isso, de tanto olhar as fotos no Ebay eu consigo identificar nas lojas as peças rsrs. É muito melhor comprar “direto da fonte” mesmo que demore mais um pouco.
    Bjos!

  6. Juh comentou:

    Olhem isso!é uma dica boa da Bia…a velha e boa costureira.Tó a procura de 1a BB (boa,barata)prá mim aqui em Olinda/PE.Já que ainda não tenho coragem para comprar na net. Bem a Roberta teve”sorte”e usou suas taticas pra as boas compras, +já vi relatos de que nem tudo são flores e que as compras não foram tão bem bacanas num final como da Beta(-:

  7. comentou:

    Concordo plenamente.
    Mas isso é Brasil minha gente, os maiores impostos do mundo estão aqui… eeeeba! ¬¬

    Eu já comprei mt em ebay e tals, mas é um saco esperar tanto e ainda ficar curta na manga ou algo assim…. =(

    Mas valeu as dicas… é sempre bom lembrarmos como as coisas são injustas por aqui! 😉

    Meninas, conheçam a loja mais estilosa de roupas: http://www.PISAICO.com.br

  8. Juh comentou:

    Achei lindo o vestido floral. Roberta quanto foi o valor dele?Pf se ver responda. Gostei dele!Reio Unido as mulheres são âmplas como nós brasileiras.FUI

    1. Roberta respondeu Juh

      O vestido não foi muito baratinho não: 40,25 Dólares e 16,91 dólares de frete. Mas somando tudo, convertendo o valor para o Real e considerando que o vestido é todo de algodão, pagar aproximadamente R$130,00 por um vestido que eu amei e que vou usar até furar, me parece um excelente negócio. E convenhamos, qualquer camisetinha de poliéster custa isso por aqui… Ah! A loja faz leilões periódicos! Já vi vestidos muito mais bonitos por 1,50 Libras e do meu tamanho…
      Aqui está o link: http://www.ebay.com/itm/New-Ladies-Vtg-1950s-Classic-Doris-Floral-Full-Skirted-Summer-Swing-Tea-Dress-/261237873411?pt=UK_Women_s_Vintage_Clothing&var=&hash=item826f15e986
      Beijos!

        1. Carol Correia respondeu Roberta

          Roberta,
          o vestido chegou rápido?
          Amei um vestido e pensei em usar na minha colação,
          mas falta menos de um mês. :/

          1. Roberta respondeu Carol Correia

            Ixi Carol! Arriscado isso!
            Olha, no meu caso chegou um dia após o último dia do prazo.
            No anuncio do vestido indica que se a compra fosse realizada hoje o prazo estimado da entrega seria entre 25 de outubro e 19 de novembro, mas esse prazo só começa a contar após a confirmação do pagamento, o que demora um pouquinho… Veja bem se vale a pena!
            Boa sorte com sua roupa da colação!!!
            Bjs!

  9. Andreia comentou:

    Super me identifiquei!

    Mas com uma grande diferença de que não sei comprar roupas. Nem pela internet e nem ao vivo hehe.

    Não tenho coragem de pagar o preço que as lojas pedem aqui e não sei comprar fora. O jeito vai ser aprender.

    Post de utilidade pública hehe

    Valeu, beijão

  10. Isabela comentou:

    Olá Ana, eu gostei demais do depoimento da Roberta (aproveito para agradecer pela iniciativa, pois passo por um momento um pouco parecido)ele contribuiu para que eu perca o medo de me lança nas compras chinesas. Aproveitando o hangout foi muito bacana.Eu já acompanho o seu blog, da Carol, o da Ju e da Amanda a algum tempo e gostei muito de conheceu o da Dani, eu vou adora que vocês façam mais vezes, pois pela experiência de vocês eu tenho muito o que aprender ainda. Parabéns pelo blog apesar de não ter um estilo parecido com o seu Ana, pois sou muito básica, eu sempre procuro potencializar algo para ousar mais.Bjo

  11. Juh Oliveira comentou:

    Adorei esse post! Depois que descobri o Aliexpress, não quero saber de outra vida. Comecei comprando bolsas e aguardo a chegada das primeiras roupas que comprei. Se der td certo só vou comprar lá. Realmente as roupas estão muito caras e só estamos pagando pela marca! Outro dia vi uma blusa de renda linda num shopping, custava mais de R$90,00, encontrei ela no Ali por $9.

  12. Denise Dal comentou:

    Roberta, fiquei feliz de ver que vc ficou tanto tempo quase sem comprar roupas visando seu objetivo. Parabéns, mil vezes !!

    Gostaria de ter esta determinação, não consigo ficar nem quatro dias sem comprar (nem que seja um creme de cabelo, ou uma Havaiana) Oh, vida !! rsrs

    1. Roberta respondeu Denise Dal

      Obrigada, Denise!
      Foram anos BEM pesados, mas valeram muito a pena!!!
      Ter nosso cantinho não tem preço!!! rsrsrs
      Beijos!

  13. Ainá comentou:

    Concordo com td no post, realmente as roupas aqui estão muito caras, eu só compro se eu me apaixonar muito. Agora eu tb estou mudando meu guarda-roupa na China uauhauh. Já comprei várias peças de roupa no aliexpress, short, vestido, calça, blazer, blusas, bijus…chegou tudo direitinho e certinho no meu corpo. Agora algumas coisas demoraram muito e outras chegaram em 15 dias! Me aventurei no ebay tb, mas estou tendo problema com um vendedor, o produto não chegou e já tem 3 meses! Então agora dou preferência o Aliexpress! A dica que eu dou é sempre ler os feedbacks dos produtos, nos feedbacks vc conesegue detalhes como por exemplo, a qualidade do tecido e se realmente é como na foto!

  14. Excelente postagem. Só reforça meu desejo de me jogar nas comprinhas gringas assim que sobrar um $$$!

    Beijos,
    Clarissa Carino

  15. Aline Gomes comentou:

    Gente, o Ali não está aceitando meu endereço em português. Isso é normal? Os outros dados ele aceitou…

    1. Roberta respondeu Aline Gomes

      Aconteceu comigo também, Aline.
      Parece que é um tilt meio maluco.
      Tentei de novo e resolveu. Como só aceita caracteres em inglês, tente evitar acentuação, cedilha, coisas do tipo…
      Beijos e boa sorte!

      1. Aline Gomes respondeu Roberta

        Pois é, Roberta. Tirei o acento e consegui… Rs. Obrigada!

  16. magah comentou:

    Ana li esse post lembrando de uma loja que inaugurou na cidade essa semana. Passei em frente quando sai do trabalho e entrei para dar uma olhada. Boa parte das peças eram de Santa Cruz de Capibaripe e não eram de encher os olhos no entanto os preços estavam lá em cima. Fiquei pasma quando vi o preço de um macaquinho confeccionado num poliester grosseiro (100 realidades). E pensa que não vendeu? Pois vendeu bastante. E ainda amarguei uma colega de trabalho vangloriar-se das roupas lindas que havia comprado lá. Deu vontade de rir. Muitas pessoas ainda associam peças de loja e seus preços à qualidade e sabemos que não é bem assim. Não sei aí no Rio Ana mas por aqui boa parte das peças vendidas em lojas e na feirinha tem a mesma origem (Santa Cruz, Zepa, Vinte e cinco de Março, Goiás e tem um pessoal já vendendo Made in China inclusive achei um mini vest vendido em um brechó online como produto importado por R$ 90,00 sem frete e aqui custava R$ 15,00). Sendo assim recorro onde posso economizar.
    Depois que passei a acompanhar seu blog comecei a reparar mais nos tecidos e no custo e benefício de adquirir determinadas peças. E assim vou usando o que tenho no armário. Meu bolso e projetos agradecem. Beijinhos.

  17. soraia comentou:

    ameias dicas . Vi umablusa numaloja por 175,00 !!! no ebay ela custa 30 reais nossos !!!!!olha a roubalheira,muito caro; aqui as lojas querem ficar ricas com uma peça vendida !!!

  18. Roberta comentou:

    Oi Ana, adorei o post! Antigamente só comprava tranqueirinhas nesses sites como o Ebay, tipo capas de celular, cabos, essas coisas. Até que um dia conheci um grupo no Facebook onde as meninas fazer as compras e compartilham suas opiniões e dicas. Fiquei chocada!! hahaha Como era possivel comprar uma camisa identica a da Zara (inclusive com etiqueta) por apenas 13 dólares?! Enfim, me arrisquei para ver se era verdade e é menina! Algumas compras não deram muito certo pois sou bem alta, mas ai minha irmã saia no lucro! hehehe. Hoje já tenho mais habilidade para comprar e arriscar. Indico as meninas, comecem tentando com alguma bluisinha mais barata… Procure por sites que dão dicas de compras (tem o Troquei meu guarda roupa na china e o Coffee with Tati com altas dicas de vendedores bacanas!!). Uma ótima maneira de atualizar o guarda-roupa sem gastar muito! =)
    Beijinhos,

  19. Roberta comentou:

    Ana do céu!
    Não imaginava que meu e-mail ia fazer tanto sucesso!!!
    Bacana demais ver que minha experiência pôde ajudar algumas pessoas. Dei algumas cabeçadas, (a pior foi uma saia de chiffon plissada de tamanho único que não entrava nem em uma única perna minha! Estava mais para uma pulseira!!! rsrsrs), mas no geral as compras têm valido a pena mesmo com a demora.
    Bacana demais ver que há pessoas descobrindo outros caminhos: já pensou que delícia se voltássemos ao tempo das costureiras?! Sonho de consumo poder fazer roupas sob medida.
    Beijos!

    1. Ana Carolina respondeu Roberta

      Roberta, pois é! Um dos parceiros do blog nos workshops é justamente uma escola de costura em Ipanema, a Café Costura! Não é método caretinha, o pessoal aprende na prática já costurando uma peça que vai usar…olha que economia e que incrível poder ter autonomia pra ter uma roupa do jeitinho que a gente quer! 🙂

      Agradeço demais o seu email, foi uma excelente contribuição! Beijos!

      1. Roberta respondeu Ana Carolina

        Nossa Ana, que legal!!!
        Tenho uma vontade louca de aprender a costurar!
        Essa escola não tem filial aqui em São Paulo??!
        E workshop seu pela terra da garoa? Tem alguma previsão?
        Acho que faria sucesso por aqui, viu!
        Beijos!!!

        1. Ana Carolina respondeu Roberta

          Também acho que faria sucesso, tem tanta paulista me pedindo, fico emocionada! To agitando pra início do ano que vem! 😀

  20. Paula comentou:

    Estou no propósito de comprar mais na internet de sites estrangeiros. Sempre que eu viajo acontece o seguinte: eu vejo como as coisas no Brasil são ridículas de caras, compro várias coisas com preço muito bom, mas depois de um tempo acabo comprando de novo as coisas aqui no Brasil por falta de opção. Acontece que viajei em setembro de novo e me lembrei de como as coisas estão ridículas aqui, mas dessa vez será diferente: comprarei da China. Assim que meu orçamento pós viagem ficar normal vou investir no Ebay e Aliexpress.

    É muito bom ter os blogs pra gente compartilhar as dicas!

  21. Estela Schunck comentou:

    Oi Ana, oi Roberta! rsrs
    AMEI o post! nunca comprei dos sites gringos pq não tenho cartão internacional, mas lendo o post não entendi a frase: “Passei a usar mais o aliexpress pelo fato de poder usar boleto bancário….”. Roberta ou Ana, me expliquem, please, no Ali não precisa ter cartão, dá pra comprar só pelo boleto????
    Bjsss

      1. Roberta respondeu Ana Carolina

        Olá, Estela e Ana!
        Fiz várias compras por esse sistema e dá muito certo!
        O tutorial que a Ana indicou é perfeito para explicar tudo.
        Em resumo, ao iniciar uma compra no site pela primeira vez você tem que se cadastrar no site do Aliexpress. A partir disso você indica dados do local de entrega (digite sem assentos e cedilha porque o site só aceita caracteres em inglês). No final você escolhe a forma de pagamento; basta optar pelo boleto bancário e pronto! Mas veja também o tutorial que dá um monte de detalhes importantes.
        Beijos!

  22. Helena comentou:

    E eu comprei essa blusa da topshop por 9,50 dólares no aliexpress! (:
    Mas é mesmo coisa de doido essa variação.

  23. Flávia comentou:

    Oi Roberta!
    Você tem toda razão. Faz um tempo que eu acho os preços das coisas um absurdo! Fico inconformada, principalmente quando eu acho a mesma peça por um preço muito mais justo!
    Fico me questionando até quando os preços das coisas aqui no Brasil serão tão abusivos? até quando eles vão chamar a gente de bobo na cara dura?
    Sou uma compradora do ebay/aliexpress de carterinha! Já comprei muita coisa, e sou completamente viciada!
    De tão viciada que eu sou resolvi começar um blog também para mostrar meus achados! Veja lá o que você acha!
    http://blognaoresisti.com/
    Bjos

  24. Cris Ramos comentou:

    Minhas condições financeiras atuais e meu novo modo de pensar, não me deixam outra opção, mesmo quando sair do buraco em que estou vou continuar a comprar no aliexpress e ebay (onde já comprei de tudo).Hj fico pensando o quanto eu era extremamente consumista e o quanto pagava caro por roupas quase sempre feitas na China, hj olho um vestidinho na C&A pro 70 reais e acho super caro. Mesmo em lojas onde nem posso pensar em comprar agora, olho as etiquetas, o tecido, e sério é muita grana que se cobra por poliéster. De tudo q ví nos últimos meses, a única peça q eu cogitei comprar e que o valor era até razoável foi uma camisa 100% seda na Renner, por 160 reais, mas voltei pra casa para pensar melhor. Meu próximo passo é aprender a costurar, e continuar comprando direto da fonte. Sei que existem os impostos e tal, mas as lojas estão exagerando nos lucros, pra mim já deu.

  25. Soraya comentou:

    Amei o relato da Roberta, também me sinto muito assim! Qualidade e preços ruins tem me deixado muito seletiva na hora de comprar qualquer coisa ultimamente.

    Sou uma compradora de longa data do ebay e afins, gosto muito da variedade disponível e fico louca quando encontro um mesmo produto infinitamente mais barato na China. O outro lado da moeda tem sido acompanhar o descontrole que tomou conta de muita gente ao apertar o botão “commit to buy”.

    Faço parte de alguns grupos de dicas de compras na China e vejo muita menina gastando FÁCIL 250 dólares em peças que depois param no álbum “Vende-se”, porque não coube ou não era o produto esperado. Lá tem dezenas de shortinhos assimétricos Zara inspired em desapegos custando R$ 40,00 + frete, sendo que vejo no shopping por R$ 39,90. Várias alças skinny coloridas que custaram 16 dólares e são encontradas na Renner por 50 dilmas. Isso fora o risco de taxação, de comprar tamanho errada, de levar calote…

    Adoro comprar, mais ainda baratinho e tals, mas encher o armário de produto ruim só porque custa pouco também não ajuda nada. Aliás, os tópicos de ajuda para as compradoras compulsivas também estão cheios…

    1. Roberta PSG respondeu Soraya

      Soraya, que legal esse seu grupo! Pode divulgar? beijos!

  26. Rose comentou:

    Gente amei as dicas de vocês e agora sei que tenho que ficar atenta as medidas!

  27. Michele Oliveira comentou:

    Olá, Roberta, muito interessante o seu post.
    Se você não se importar em responder, vc pagou imposto? Se sim, quanto?
    Conheço uma pessoa que foi taxada em 60% de imposto depois da compra, alguns dias após receber o produto.
    Recentemente comprei uma saia na modcloth, mas ainda não recebi e a fatura virá só no mês que vem, então não sei bem como vai sair isso.
    Resolvi comprar fora por razões de qualidade, nem tanto só pelo preço, mas porque aqui no Brasil vc paga caríssimo por roupas de péssima qualidade. Além do que, gosto de saias com comprimento cinco dedos abaixo do joelho, o que é quase impossível de achar. Quando acha, são estampas HORROROSAS. Já tentei cortar uma saia maxi para midi, mas o caimento que não é feito para esse comprimento perde muito em qualidade.

    1. Roberta respondeu Michele Oliveira

      Olá, Michele!
      Até hoje eu nunca tive que pagar impostos, mas eu nunca fiz uma compra que ultrapassasse o valor equivalente a 50 dólares americanos.
      Vi em um tutorial há muuuuito tempo atrás que a receita federal não cobra impostos para compras abaixo desse valor. Não tenho certeza dessa informação, o ideal é conferir no site da Receita Federal.
      No meu caso, se tem vários itens de um mesmo vendedor que eu quero comprar eu acabo fazendo várias compras em dias diferentes preferencialmente após o vendedor ter postado a minha compra para não ter chance dele enviar tudo junto.
      No mais é isso!
      Beijos

      1. Michele Oliveira respondeu Roberta

        Ah, sim, acho que entendi. Mas o meu de qualquer modo deu acima desse valor e veio de pessoa jurídica, não pessoa física, então seria taxado de qualquer modo. Como nem tudo é taxado pelo alto volume de coisas que entram no país, talvez eu tenha sorte.
        Obrigada pela resposta. Se me der bem nessa compra, já tenho outra saia em vista, hahahahaha. Acho que vicia comprar assim, tem que se policiar. Eu a partir de agora esperarei pelo menos uma semana depois de me apaixonar pelo produto para ver se levo!

  28. Marcia Lo Fiego comentou:

    Oi meninas,
    Desculpa a minha ignorancia em materia de compras em sites, mas acabei de entrar no aliexpress e nao entendi nada, com a traduçao em portugues menos ainda hehehehe
    Achei muito dificil decifrar como comprar e onde, sao tantas opçoes que fiquei tonta!
    Um dia vou tentar, porque realmente no Brasil os preços estao abusivos e a qualidade cada vez pior, também sou adepta da boa e velha costureira (cada vez mais rara).
    Bjs.

  29. Roberta comentou:

    Olá, Márcia!
    No início é meio confuso mesmo!
    O importante é você buscar informações e fazer a compra com um pouco mais de segurança para evitar problemas depois. O ideal é saber pelo menos um pouquinho de inglês também, porque se tiver algum problema com sua compra, você terá que conversar com o vendedor nesse idioma.
    Na primeira vez que comprei no aliexpress eu comecei buscando produtos que eu queria. Quando achei algo do meu interesse entrei no anuncio do produto, analisei bastante e quando resolvi fechar a compra eu selecionei opções de cor e tamanho que eu queria e cliquei no botão “buy now”. O site abre uma opção para realizar o cadastro e inserir o endereço de entrega. Depois disso você tem que escolher o método de pagamento (cartão, boleto bancário, etc) e aí finaliza a compra.
    Antes de comprar tente pesquisar mais na internet sobre esse tipo de compra. Pode ser uma opção bem legal, mas sempre tem a chance do produto não chegar ou do mesmo ser completamente diferente do que você imaginava.
    De qualquer forma boa sorte!

  30. Mila comentou:

    Eu estou doida para me jogar nesses sites, mas ainda não consegui, me dei mal na primeira compra no ebay. Fiz a compra, paguei com o cartão depois recebi e-mail dizendo que o pagamento não tinha sido efetuado, fiz novamente, continuou dando não pago. Não veio na fatura, não recebi a peça e ainda foi taxada como não pagadora no site, snif snif.

  31. Estela Schunck comentou:

    Gurias, dei uma olhada no Ali em vááários vendedores de bolsas, que o que eu preciso urgente mas que por aqui está os olhos da cara haha enfim.. e não encontrei nenhum que tenha a opção boleto bancário como forma de pagamento… tipo eu clico na opção Payment e aparece vários símbolos.. visa, master, bank transfer… mas nada que fale de boleto! alguem pode me ajudar?

    1. Roberta respondeu Estela Schunck

      Estela, não sei o que está acontecendo por aí.
      Parece que seu site está todo em inglês… Tente alterar na página inicial do aliexpress o idioma para português. Desconfio que a opção “bank transfer” que você citou seja o boleto bancário, mas não tenho certeza. Ele está com um desenho de código de barras do lado? Se sim, é bem provável que seja…
      De qualquer forma boa sorte!

  32. Viviane Souto comentou:

    Concordo em tudo! Veja bem, estes dias entrei na loja Gregory para comprar uma saia e andei vendo umas blusas e achei um absurdo! Por favor né? Loja com esse nome, que é uma das TOP do shopping, pensei que iria encontrar blusas de seda, e para minha surpresa as blusas por 250,00 de poliester!!!! Francamente, a C&A é mais honesta! Sai e não comprei nada por pura indignação.

  33. Marcia comentou:

    Entrei agora neste AliExpress pra dar uma olhada, vi uns tênis mas se a encomenda vem da China este produto não é falsificado não? alguém me esclarece aí por favor.

  34. Marcia comentou:

    Andei pesquisando na net, relatos de pessoas que compraram neste Ali e nunca receberam os produtos, nem o $ de volta, o vendedor é bem qualificado e mesmo assim o site não faz nada com sua reclamação; produtos diferentes do anunciado,enfim, não é confiável.

    1. Ana Carolina respondeu Marcia

      Marcia, a culpa em 99% dos casos é dos correios brasileiros e da nossa alfândega que não entrega os produtos. E isso prejudica inclusive nossas compras nesses sites pq muitos vendedores preferem não correr riscos e não entregam mais pro Brasil.

    2. Cris Ramos respondeu Marcia

      Olha como os Correios tratam nossas encomendas:

      http://www.youtube.com/watch?v=bO_-KSuhOHs

      Já algumas encomendas perdidas pelo nosso Correio, que deve ser o pior do mundo. Mas, em geral valeu a pena. A confusão é tanta que vários vendedores do ebay param de entregar para o Brasil na época de Natal.