Um ano de Forever 21 no Brasil

Há um ano a rede de fast fashion Forever 21 desembarcou no Brasil inaugurando sua primeira loja em São Paulo (hoje já soma 11 unidades) com uma fila quilométrica e a promessa de trazer preços realmente baixos, mesmo instalando suas lojas em shoppings de luxo. A mulherada pirou e nas primeiras semanas semanas as lojas do Rio e SP se acostumaram às filas colossais que se dissiparam após alguns poucos meses.

A grande pergunta era se conseguiriam manter por muito tempo os preços baixos (por conta de muita origem chinesa, outro assunto amplamente discutido aqui).

Será que ainda rola entrar na loja e encontrar calças jeans a 39 reais?

A Renata Freire, colaboradora de fotos aqui do blog e amiga, foi quem acendeu a ideia com esse post e a ótima pauta comparando suas últimas comprinhas na F21 com as primeiras e o primeiro ano da chegada deles: muita coisa aumentou de preço mas ainda conseguem manter alguns bons achados. ; ) Vale a pena ler seu post avaliando as lojas, observando os consumidores nos corredores e comparando os preços praticados!

Forever21-Rio-Barrashopping-BlogDesigneModa_1
fotos do blog Design&Moda

Saias listradas por 39,90 – um preço mais possível, com certeza.

achados-3
foto enviada pela Isabella pro blog!

A moda da Forever é bem mais jovem em relação às nossas conhecidas Renner e C&A. A Riachuelo tem uma pegada mais próxima e a Marisa também, mas o diferencial da novata é justamente o de antecipar tendências com mais rapidez (em teoria toda semana a loja recebe novidades), mas todas as vezes que eu fui não consegui gostar ou me identificar com muita coisa. Nem estou me referido à qualidade – que é mais fraca mesmo – mas ao estilo das roupas: muito boho, muitas franjas, muito étnico, o que não faz meu estilo.

Além disso quase não frequento as lojas por serem bem distantes da minha casa, é meio que um programa de final de semana chegar no shopping pra dar uma olhadinha na F21. Não tenho paciência de viajar 1h de ônibus só para isso, mas certeza que o público mais jovem tem mais pique do que eu hahahaha! E claro que não compactuo com o consumo fácil e desenfreado, estou preferindo uma outra pegada, roupas que eu saiba mais as suas origens.

forever21-jeans-hojevouassimoff
foto do blog Design&Moda

Reparei que os jeans deles são muito bons e esses mantiveram os mesmos preços à época da inauguração, assim como de alguns basiquinhos, mas no geral encontrei na loja da Oscar Freire, em SP, muita coisa com valores próximos às nossas já conhecidas redes varejistas. Alguns vestidos a 109 reais, mas também não ultrapassam essa faixa de preço – acredito que a alta do dólar tenha quebrado um pouco a estratégia da rede. Na época questionamos se eles conseguiriam se manter muito tempo com estes preços e até falamos sobre o posicionamento das outras fast fashions: elas permaneceram inabaláveis nas suas estratégias de lojas-conceito e coleções especiais.

Mas além das lojas Forever brasileiras terem fechado o ano de 2014 com recordes em vendas, a loja do Morumbi Shopping ainda aumentou em dois dígitos as vendas das concorrentes, como C&A, Riachuelo e Marisa. Muito louco pensar que foi uma chama no novo consumo, mais voltado para a praticidade e velocidade das fast fashions!

E quem aí virou cliente da Forever 21? Qual o balanço de vocês desse primeiro ano? Alguém deixou de frequentar as outras lojas?

Compartilhe nas redes sociais
pinterest: pinterest
tumblr:
google plus:

Comente pelo Facebook

Comentar resposta para Claudia Cristi Cancelar

18 comentários

  1. Camila Oliveira comentou:

    Por um lado, é bom saber que não fiz parte das loucas que ficaram na fila por horas em busca de comprar algo e pra falar a verdade, a loja até me chama atenção, mas até agora não fui em uma pra saber dos preços e qualidades baixas :/.

  2. Márcia Lo Fiego comentou:

    Oi Ana, a única vez que consegui entrar foi com a minha mãe na loja do Barra Shopping, a música estava tão alta que saímos depois de dois minutos hehehehehe ou seja, não consegui ver nada! Pelo pouco que vejo acho muito adolescente… bjs

  3. Renata comentou:

    Fui conhecer a Forever 21 de Porto Alegre 3 meses depois da inauguração e encontrei a loja cheia (era um sábado), mas não mega lotada como nas imagens que vi das primeiras semanas.
    Vi muitas peças de design legal, mas com um tecido que deixava a desejar, além de araras que cheiravam a mofo (talvez de peças que foram direto pros cabides depois de sair da caixa vinda da China). Muitos dos preços já tinham subido (como as blusinhas que, de R$8,90 da inauguração, já estavam por 15,90) ou não condiziam com o material de que eram feitas as peças.
    Minha opinião sobre a Forever 21 que eu conheci: facilmente esquecível. Encontro peças semelhantes no centro da cidade (vem tudo da mesma China mesmo).

  4. Bruna comentou:

    Oi Ana! Boa idéia a comparação mesmo, já abri o link da Renata pra ler.
    Eu fui aqui em SP no shopping Morumbi quando inaugurou, fiquei um tempinho na fila sim, e fiz bastantes achados; comprei kimono por 50 reais (ainda nem tava tão popular), vestidinho com forro de tecido bom por 60 reais, casaco/parka verde militar por 150, mais carinho esse, mas de qualidade ótima, bijus boas e bonitas, além das camisetinhas e leggings básicas. Rendeu bastante essa ida viu, mas confesso que nos meses seguintes não encontrei tanta coisa boa assim não, achei que as bijus diminuíram em qualidade e as roupas aumentaram bem de preço, achei calça jeans por 109,00, era bem bonita, mas mesmo assim não acho que valia e vestidos longos de qualidade bem precária, a maioria transparentes ou de “chiffon” que marca suor, sabe?
    Ah, a calça jeans baratinha não comprei pq quando fui pros EUA há uns anos comprei essa mesma na Forever de lá, por U$10,00, com a cotação atual dá na mesma, hahahah, e ela é bem boa!

    Enfim, passo batido pela Forever agora… E, inspirada em você ;), estou diminuindo meu consumo e procurando mais por qualidade do que quantidade!

    Um beijo Ana, adoro seu trabalho, ainda vou num workshop!

  5. Lais R comentou:

    Fiquei bem animada com a vinda da F21, mais pela possibilidade de ver coisas diferentes e ter mais opções, que pensando que seria mais barata que as nossas lojas. Acabou que percebi que a loja não é muito pra mim. Tem coisas super curtas, ou super coladas, muito tecido sintético tipo camiseta de “malha” 90% rayon. A única compra realmente boa que fiz foi uma calça jeans de cintura alta por R$45, mas são quase impossíveis de achar.

  6. Claudia Cristi comentou:

    Oi Ana, trabalho pertinho do Shopping Morumbi e vez ou outra dou uma olhadinha lá, moro bem perto do Shopping Bourbon tbm onde tem outra…. pouquissimas coisas me agradam lá e não vejo nada com preços incriveis tipo “tenho que levar”… não me tornei uma forevermaníaca não.

  7. Elaine Leite comentou:

    Já era cliente da “Forevis” lá do exterior. Quando veio para o Brasil, achei que nunca ia encontrar aquelas pechinchas que a gente fica louca quando viaja… A minha surpresa é que sempre encontro um achado quando vou na F21, principalmente na do Village Mall, que é mais vazia. Impossível não sair de lá com uma sacolinha amarela… rs. Quando quiser uma carona para ir lá, não se acanhe, viu? Ah! Não deixei de ir na C&A e Renner, mas compro muito menos do que comprava anteriormente… essa inflação está “comendo”, literalmente, o meu salário!!!!

  8. Bianca Beatrice comentou:

    Oi Ana!
    que engraçado, hoje foi a 1a vez que entrei numa forever21. Moro em São Bernardo do Campo e tem uma loja aqui no shopping chique da cidade.

    Enfim, estava enrolando pro horario do cibema e pensei “nossa faz quase um ano q a forever chegou e eu vim aqui.

    Tenho a msm impressão que vc: roupas de qualidade ruim,,tecidos ásperos e o estilo não faz o meu.

    Acabei levando uma dessas calças de 39.90. Preta, com costura preta, sem lavagem e que nao é de sarja. Hahaha
    as vezes me sinto como vc nas sagas por coisas especificas. E uma calca assim era o q eu buscaca ha teeeeempos.

    Enfim, nao pretendo virar cliente de lá por todas as razoes q citei.
    ainda fico com as liquidaçoes de marcas melhores.

    Bjo Ana! Vc é uma inspiração!

  9. Kássia Santiago comentou:

    Caramba, Ana, vc me deu o que pensar. Bom, a primeira coisa é que devo esclarecer que embora seja uma lunática por site de moda e tals, sou professora duranga. Então, minhas compras se resumem praticamente a C & A e a Renner ( esta última em menor escala) e compras pela internet, tanto em sites nacionais como em xinguelingues da vida. E liquidações, muitas liquidações de marcas mais badaladas. A coisa sempre passa por tentar comprar peças clássicas, com uma pegada de moda somada a acessórios… Me animei com a Forever 21 e por conta das filas não fui nos primeiros meses, mas agora as duas lojas do Rio são paradas obrigatórias quase todo mês. A qualidade não é uma maravilha, maaaaasss tem umas peças com umas inspirações que eu não via em lojas que pudesse pagar e algumas peças chave que mudam a cara do look no ato. Tenho um vestido que eu amo e comprei lá e realmente é mais caro, mas fica na conta de algumas peças únicas… E esse é o ponto: ir a loja e achar algo lindo é loteria! As peças mudam de semana pra semana até, principalmente as mais bonitas; vc gosta, não leva e quando volta a roupa já foi… Enfim, eu amo mesmo e é mais caro, mas não substitui a minha amada C & A (embora tenha diminuído o valor das compras, já que ganhou concorrência), só que quando eu quero uma peça mais moderna, com um corte diferente, pra valorizar o look, tenho a opção da Forever 21.

  10. Rafaella Sousa comentou:

    Eu não me tornei cliente da Forever 21 e nem pretendo. Eu fui à loja do Village Mall num passeio à Barra (eu moro na Zona Norte do Rio, então tem que querer passear pra chegar até lá hahaha). Como você, achei tudo muito boho, muito étnico, completamente fora do meu estilo, mas principalmente achei tudo muito amassado! Achei a loja desorganizada e os tecidos de péssima qualidade. Minha sogra comprou algumas calças por 40 ou 50 reais cada uma e eu tive oportunidade de ver melhor “com as mãos”. Não gostei do tecido e nem do acabamento. Eu praticamente só uso calças jeans, e essas da Forever 21 com certeza não duram muito. Pra efeito de comparação, eu comprei uma calça jeans na Riachuelo por 100 reais na semana passada e acho que vai durar bastante. Você tem falado muito sobre a “banalização do cem reais” e ainda acho que ter comprado a calça por 100 reais foi caro, mas eu tenho tanta dificuldade em achar boas calças jeans para o meu tipo físico (ou as calças são super skinny ou tem uma boca de sino gigantesca), que, quando eu encontro uma perfeita, eu compro. Mas, por exemplo, ontem eu fui numa Chifon, que já está em liquidação há mais de dois meses, e as calças estavam por 120 reais. Nem levei para o provador.

    Beijos!

  11. Raquel comentou:

    Fui logo que abriu aqui em Brasília. Eu até gostei achei muita coisa bonita, mas tudo porcaria, precisa garimpar pra encontrar coisas boas.
    Bom, a única coisa que acabei comprando foi uma calça jeans. Minha mãe comprou também, igualzinha e custou 40 reais. Logo na primeira vez que usei vi que o tecido cedeu bastante, não gostei mas ok. Quando fui lavar vi que ela ficou cheia de bolinhas! Eu só usei a calça uma vez e ficou com bolinhas no bumbum, na parte de trás das coxas e da frente! Nunca havia visto isso. Além disso, uma delas tem a costura da perna torta, então um tempo depois que veste a costura vai parar na frente da perna. A outra o problema é o bolso, que fica aparecendo o forro (isso eu ainda arrumaria costurando tudo). Minha mãe até desistiu da dela e me deu quando contei dos problemas da minha, hahaha.
    Acabei desanimando, até passo pra dar uma olhada, mas comprar mesmo, acho que não compensa.

    1. Thais respondeu Raquel

      Comigo aconteceu a mesma coisa! Eu comprei uma calça jeans, que é super confortável, fica bem bonita na perna, mas ela ficou com bolinhas também, e soltando uns fiozinhos

  12. Geisa Alves comentou:

    Ana, assim como vc, vivo mais ou menos a 1h de bus da f21 aqui do rj. Fui uma vez, porque tinha um dia livre, mas não gostei de quase nada também. A qualidade deixa a desejar, como a maioria das fastfashions, E eu ultimamente tenho buscado mais qualidade do que quantidade. Não sou adépta do conceito de roupa descartável!
    Sobre os jeans mega baratos, Prefiro investir numa boa levi’s, com a certeza da sua durabilidade e o seu bom caimento.E não sou nadica rica rs. Eu só tenho paciência pra esperar uma promo boa pra tascar meu jeans perfeito. O estilo das roupas também não tem muito aver comigo. quase tudo moderno de mais pra minha pessoa!
    E eu compro em loja de departamento, mas sempre utilizando as suas dicas, de observar tecido, caimento e um preço que faça jus ao título “fastfashion”.

    quem sabe, no meu próximo passeio pela barra eu não dê mais uma chance a f21 e acabe encontrando algo legal, né?
    Beijo, linda!

  13. Fernanda Valentim comentou:

    A única vez que fui à Forever 21 foi na de Montevidéu, que ocupa um andar inteiro de um shopping, mas estava com meus filhos e o marido, então nem tive tempo pra ver muita coisa. Comprei dois casacos bem legais, gastei menos de 120 reais no total. Sei que não são pra vida toda, mas o preço compensou.

    Cheguei a dar uma olhadinha nos jeans, mas vi que não eram de qualidade e deixei pra lá. Tenho uma calça da Renner (que inclusive estou vestindo hoje) que comprei quando estava grávida da minha segunda filha, há uns 5 anos, e depois ajustei na cintura. A cor continua linda, nenhum fiapo solto e acho que custou uns 70 reais.

  14. Michele comentou:

    Quando a loja estava para chegar no Brasil anunciaram que também teria a coleção plus size, mas até agora nada. Alguém sabe se algum dia vai vir?
    Beijos!

    1. Ana Carolina respondeu Michele

      anunciaram tb venda online…nada.

  15. Aline comentou:

    Eu nunca curti a forever fora do BR, e aqui não foi diferente. Acho os tecidos, cortes, caimentos, muito ruinzinhos. Mesmo que sejam peças tendências, pra usar só naquela estação e depois descartar, não acho que valha a pena o investimento, meu perfil é de comprar uma roupa e usar por algumas temporadas, até ficar velha. Fora que acho adolescente demais, é pra meninas que estão na faculdade, no máaaaximo. Passou disso já nao combina. Eu ainda fico com a velha e boa Renner e com as parcerias da CeA!

  16. Christiane comentou:

    Oi, Ana. Também quero compartilhar minha experiencia. Já conhecia a Forever 21 e quando anunciou sua vinda não me empolguei muito. Quando fui lá nos EUA, só comprei uma blusinha e umas duas bijus. De modo geral, acho que tem até muita coisa bonita mas é tudo justo, curto e pequeno para mim. Uso 44 e o G de lá não me serve de jeito nenhum então não rola quase nada. Aqui em BSB inaugurou em outubro, mas só entrei na loja em janeiro quando estava procurando uma legging, que por sinal eu comprei, por 60,00, um modelo razoável e que por milagre entrou em mim. Hoje de modo geral, acho que vale a pena entrar na loja pra olhar os acessórios e olhe lá porque as bijus, são bem qualidade aliexpress e logo logo ficam escuras, então na maioria das vezes não compensam o custo benefício. bjs