O que vestir quando se está pra baixo?

Essa semana era pra eu estar animadíssima, mas uma virose tirou minha alegria na sexta-feira – pelo menos tentou. Perdi a voz durante meu curso, fiquei rouca, com mal estar e até zumbido no ouvido. Continuei as aulas na raça, mas aquela moleza de mal estar deixa qualquer pessoa bem borocoxô.

Escolher roupa assim é um martírio. Fico olhando pro armário desejando apenas de me enfiar de pijama debaixo das cobertas, já que a última coisa que eu quero pensar é em roupas.

Para isso eu tenho algumas fórmulas que costumam funcionar nesses dias quando estamos pra baixo ou passando por algum momento difícil:

– Repita um look que gostou muito

Quando estou em dias assim, recorro aos looks que funcionaram anteriormente, principalmente aqueles que me senti bem ou fui elogiada. Nem sempre me sinto bem neles de novo, depende de como estou, mas pelo menos é um caminho e não exige que eu precise pensar em algo do zero.

ana-jeans
Look antigo, mas é uma fórmula que amo repetir!

– Use alguma peça colorida ou clara

Parece crendice, mas não é: roupa preta ou escura demais fecha mais as nossas energias. É uma maneira de resguardo, mas também dá aquela sensação de mais melancolia e deprê. Prefiro pelo menos escolher algum acessório colorido ou uma peça próxima ao rosto. Ajuda a dar outro astral, te dá até um gás a mais, vai por mim.

anaroxo

– Peças fáceis e com poucos detalhes

Nesse momento meu estilo minimalista grita, vou pras formas simples e até pro básico! Prefiro algo que é só enfiar a cabeça, como um vestido, do que saia com amarração ou blusa de abotoamento complicado.

– Deixe tudo separado previamente

Se você não está 100% e tem eventos ao longo da semana, tente pegar as dicas acima e já deixar tudo separado de alguma forma, para não ser mais uma carga mental dos seus dias. É só levantar, pegar a roupa, vestir e sair.

– Não se cobre: vista o que te traz conforto

Tente não se cobrar para montar uma produção bacana. Pegue inspiração de algum lugar, copie a ideia, vista aquilo que vai fazer você se sentir confortável nesse momento. Não pense que está todo mundo reparando, às vezes ninguém está, nem que está tudo péssimo! Nesses dias ruins achamos tudo também meio cinza e estranho, mas às vezes o look tá legal pra caramba e nem notamos por conta disso. Todo mundo têm seus dias ruins, ou já passou por momentos não muito bacanas, por isso procure ficar bem o máximo que conseguir, sem forçar a barra. O importante é você se sentir pelo menos reconfortada na roupa, propósito maior quando nos vestimos para viver.

Compartilhe nas redes sociais
pinterest: pinterest
tumblr:
google plus:

Comente pelo Facebook

Comentários pelo blog

4 comentários

  1. Julie B. comentou:

    ana, adorei o tema do post! e a última dica “conversou” com o que uma amiga me disse outro dia: pra eu não me cobrar tanto estar sempre com um modelito criativo, pensado e tal. que moda é pra ser, antes de tudo, divertido; que tudo bem não comprar roupa 100% das vezes pensando na minha cartela; que é de boa usar uma peça sempre da mesma forma, sem que o versatilizar se torne uma necessidade que aprisiona.
    ou seja, conselhos pra ter mais leveza, porque tem coisas que a gente faz pra descomplicar e que acabam virando uma obsessão que prende pro outro lado. o que me lembra: adorei o post do ig sobre “rasgue sua cartela”. ultimamente parece que o único tema que consultoras tratam é “descubra suas cores”. e, se por um lado eu adoro o assunto (tanto que fiz análise duas vezes, já, em épocas diferentes da vida), por outro tá ficando cansativo esse conteúdo que é só voltado pra isso – ainda que eu reconheça que, dos serviços de consultoria, esse é o mais acessível, pode ajudar muita gente e é uma forma de gente “comum” sentir que pode ter acesso a um serviço bacana e não essencial, um “autocuidado” (hehe bodei dessa palavra mas não me ocorreu outra melhor).
    obrigada, de novo, por sempre trazer conteúdo legal pra gente refletir.
    um beijo!

    1. Julie B. respondeu Julie B.

      deixando claro que não estou cansada do seu conteúdo de cores, mas do fato de que agora vejo MUITA gente falando só disso. enfim, é o boom do serviço de consultoria sendo oferecido, eu entendo isso.

      (talvez seja hora de dar uma organizada no instagram e manter quem realmente tem um diferencial pra mim)

  2. Cynthia comentou:

    Ótimas dicas!

  3. Denise d. comentou:

    Ana, te vi no Saia Justa.
    Estava linda e deu ótimas dicas de consumo sustentável.
    Sucesso !