O embate do salto alto com a sapatilha



Hoje meu dia começou todo errado por conta de uma mega insônia, por isso vesti a primeira coisa que vi no armário. Mas até quando pensamos que não conseguiremos produzir nada, basta atentar para um detalhe e vir uma ideia. Foi assim quando li comentários do look de ontem justamente apontando o quão bacana era eu provar que vestidos pode ficar super bem com sapatilhas, além de depoimentos de mulheres que passaram a tomar mais coragem de assumir a sapatilha como sapato do cotidiano mesmo sendo baixinhas e até comentário sugerindo que eu usasse mais salto alto nos meus looks. Aí surgiu a ideia de falar hoje sobre essa questão de ficarmos nas alturas sempre ou aderirmos com força no conforto das flats.

No look de hoje, bem simples, experimentei com minha sapatilha de paetês e com meu peep toe dourado. Devo admitir que o peep toe deixou o que poderia ser sem-graça, bem mais elegante. Ponto para o salto, esse símbolo de poder.

 Hoje eu vesti:

Regatinha que veio com outra blusa
Saia Totem – 50,00
Cinto O Artífice – 15,00
Peep toe Soulier que ganhei da marca
Sapatilha Santa Lolla – 99,00
Bolsa Patachou comprada em bazar – 120,00
Colar Zellig – 47,00

fotos: Diana Cavalcanti 

Pelas estatísticas de acessos do blog, a maioria das minhas leitoras vem daqui do Rio de Janeiro, mas muitas devem saber da fama de despojado do carioca, haha! E é verdade: dando uma olhadinha rápida no metrô mais cedo, pude constatar no meu vagão que nenhuma mulher estava de salto. Predominavam sapatilhas, sandálias e o nosso popular chinelo, passando somente uma ou outra mulher com salto médio nas plataformas. Não digo que seja apenas adequação, já que cariocas são mais informais (mas nem por isso largados, heim! hehe), mas também do estilo de vida de cada um.

Eu, por exemplo, nunca fui acostumada a usar salto alto, sempre fui beeem moleca, desencanada de feminices. Não tenho carro, ando muito de metrô e ônibus, uso táxi vez ou outra e faço tudo frequentemente a pé no meu bairro. Quando vou trabalhar ou vou a um evento onde considero a hipótese de usar salto, simplesmente boto o salto dentro da bolsa, calço uma sapatilha e troco quando chego no lugar. Já em Juiz de Fora, terra do meu marido, a mulherada se equilibra no salto de manhã até à noite – questão de hábito, e mais uma vez do estilo de vida de cada lugar.

Acho mulher de salto alto a coisa mais elegante do mundo. Mas, em alguns momentos, confesso, acho desnecessário e quase beirando o cafona. Porque se aquele look pede um despojamento, para quê colocar o salto? Ou mini saia com salto? Ou tudo, tudo, tudo ter salto – cadê variedade, criatividade para pensar em outras propostas e vontade de sair da zona de conforto para inovar seus dias? Mas isso é o meu pensamento, de alguém que ama usar chinelos, que trabalha em locais informais e busca mostrar looks de vida real no blog, que até fogem da proposta de serem apenas roupas para trabalho. E também graças a uma protusão na vértebra L5, da lombar, responsável pelas minhas quase diárias dores na coluna, e que me impede de adotar de vez os saltões.

Cris deu a dica semana passada e eu reforço aqui: querem exemplo melhor que Audrey Hepburn, ícone de estilo consagrado com suas inseparáveis sapatilhas?

De qualquer maneira penso que é libertador uma mulher usar o que ela quiser e se sentir bem e extremamente segura com seu estilo, sem seguir febres da moda, comprar porque acha bonito mas não conseguir usar, deixando assim pares e pares de sapatos encostados. Os sapatos mais exuberantes são os de salto, mas serão os mais práticos? Há algum tempo, era moda entre as blogueiras um scarpin mega alto, com glitter no solado, da marca Santa Lolla. Todas diziam que era super confortável, mas quando fui experimentar…desculpem, sem chances. Não que elas estivessem erradas, mas quando eu conseguiria cumprir todos meus afazeres me equilibrando naquele treco, por entre as pedras portuguesas do Rio? Lindo, mas não para mim. Ao invés disso, arrematei minha sapatilha de paetês da mesma marca e que vocês estão carecas de ver aqui. Combina com praticamente todos meus looks e ainda dá um toque sofisticado a eles, sem contar o conforto. Quer compra mais inteligente que essa?

Entendo particularmente as baixinhas usarem mais saltos, mas acho libertador quando encontro alguma e ela está de oxfords, sapatilhas ou rasteirinhas. Sem se preocuparem que meçam sua feminilidade pela estatura, sabem? E, vejam bem, nada contra usarmos mais saltos! Eu mesma, que aprendi a usar maquiagem aos 29 anos, também fui me tornando adepta das plataformas, das anabelas e até das meia-patas!

Meus saltos, coisa rara na minha sapateira, confesso!

Acho lindo que hoje eu consiga usar saltos até com certa habilidade, apesar de morrer de medo de achar que estou andando que nem pata na frente dos outros. Usá-los mostra meu amadurecimento e confesso que pretendo inseri-los mais vezes no blog, principalmente depois que esse calor for embora. Mas, por ora, acho importante provar que estilo independe da altura do seu calçado. Ele vem de dentro da gente e caminha tranquilamente junto dos nossos desejos.

Update:  Olha o post bacana das meninas da Oficina de Estilo sobre o mesmo tema: Não precisa de salto para ser super chique

Compartilhe nas redes sociais
pinterest: pinterest
tumblr:
google plus:

Comente pelo Facebook

Comentários pelo blog

133 comentários

  1. Paula comentou:

    Ana achei seu post super interessante!!!

    Sou de BH e acho que as mulheres aqui são como as de Juiz de Fora: salto pra tudo.

    Eu não sou assim de jeito nenhum. Sempre fui feminina e gosto de sair sempre arrumada, mas salto só me pega mesmo pra sair em uma ocasião mais arrumada (e olha que eu ando de carro… se fosse a pé, então…)

    Eu tenho 1,63, mas me sinto super bem usando sapatilhas, tênis estilosos e rasteirinhas mais arrumadas em locais como trabalho (no meu rasteirinha não dá), pós graduação, cinema, e até mesmo em eventos sociais, como churrascos e almoços…

    E concordo com vc que às vezes salto fica até cafoninha… Outro dia inventei de colocar uma anabela com um short curto pra um aniversário mega informal durante a semana, e me senti meio over…

    De qualquer forma, procuro comprar saltos super confortáveis, e quando uso não é um mega desconforto…

    Resumindo: não acho salto essa maravilha de que todos falam…

    OBS: amei essa saia meio retrozinha…

    beijossss

    1. Ana Carolina respondeu Paula

      Em Minas a galera ama um salto! As mineiras em geral são bem ligadas a aparência, estão sempre arrumadas, eu acho isso muito legal, já que às vezes acho que aqui no Rio falta um pouco desse cuidado. Mas tudo tem que ter um meio-termo, certo?

      Beijos!

  2. Tainá comentou:

    Oi,
    achei lindo com os dois… mas sinceramente prefiro o sapatilha!!!

    e… concordo em cada vírgula do seu texto, o salto é sim, lindo! mas no meu dia-a-dia, prefiro estar confortável do que passar o dia inteirinho incomodada… vai de cada um; e além disso, não é só o sapato que conta pra um look estar lindo… graças a Deus!!! hahaha

    beijos,
    continue linda com as suas sapatilhas!

  3. Cínthia comentou:

    Olá!

    Excelente post! Rolou uma alta identificação!rs Sou baixinha, mas também não largo as minhas sapatilhas….já viraram até marca registrada!rs
    Não gosto muito de salto e nem por isso me sinto mal ou menos arrumada. Sem contar que as flats estão cada vez mais lindas, com cores, detalhes, materiais e modelos que ficam ótimos com qualquer tipo de roupa e em todas as ocasiões.

    P.S. : Também uso esse truque de levar o salto na bolsa! Pra andar aqui pelo Rio só assim mesmo!

    Beijos

  4. Cristina comentou:

    Ana,concordo com voce…Acho que acima de tudo a pessoa deve se sentir bem com oque esta usando!Existem pessoas que realmente se sentem bem num salto alto e outras sao do tipo tenis,rasteiras,sapatilhas…Eu ja fui de usar salto,saptilha,chinelo,tenis…rs
    Hoje em dia eu uso todos dependendo do meu humor,da situaçao,do tempo la fora etc
    Ja morei no interior,no litoral,na cidade maior e existe sim uma diferença mas depois com o passar dos anos decidi que devo respeitar oq eu QUERO calçar,vestir…
    Tenho uma filha adolescente e um dia esses ela veio me dizer que umas amigas da escola disseram que ela deveria usar so calças skinny porque era a moda entre elas…Eu dei minha opiniao e acredito que cada pessoa deve acima de tudo respeitar o seu estilo…Numa conversa uma pessoa me disse que eu deveria sim comprar todas as calças skinny porque as amigas dela disseram e ela tinha que estar na moda porque o mais importante é uma “mocinha” estar na moda…Eu nao concordo.
    Acho que se eu nao ensinar a minha filha que ela em primeiro lugar deve ser ela mesma,que em primeiro lugar ela deve poder decidir suas roupas eu acho que estaria dizendo a ela que o individuo é menos importante do que a moda e o meio em que vive e estaria incentivando minha filha a ser insegura com o proprio estilo…
    Hoje nao abro mais da minha liberdade de escolha e quero que minhas filhas saibam que nao tem nada errado em ser diferente na maneira de pensar…Mesmo que isso seja com relaçao ao que calçar.
    Desculpa o comentario gigante e meio nada a ver…rs…Mas acho esse assunto interessante…Essa coisa do padrao de vestir aqui e ali.sei la quem “ditando moda”,o IT sei la oq…Uma coisa que gosto demaisssss em voce e no seu blog que é que “conversa com a gente” no lugar de dar DICAS do IT sei la oq,da TEM QUE TER sei la o que mais…Sabe?
    Blogueira celebridade me cansa,viu?!E isso é tudo que voce nao tenta ser…
    Gosto muito,muito,muito mesmo do blog e do seu jeito de expor as suas ideias,duvidas,opinioes sem um pingo de arrogancia! =)

    Beijos
    Beijos

    1. Ana Carolina respondeu Cristina

      Oi Cris! Que fofo seu comentário! penso exatamente como vc. Quando era mais nova, era desencanada de modinhas, só me preocupava em usar meu bom jeans e tênis! E olha, foi muito bom ter essa parte desencanada na vida, hoje eu sei bem o que quero e sou feliz do mesmo jeito! 🙂

      Beijão!

  5. Marcely comentou:

    Ana..eu sou baixinha e sempre corri das sapatilhas, rasteiras, uso só final de semana e olhe lá. Mas confesso que as vezes dá uma vontade de colocar a sapatilha e sair livre e solta para vir trabalhar, sem se preocupar em me equilibrar nas pedras portuguesa do centro do Recife. Realmente a fama de despojado do carioca nos dá o incetivo, estive no RJ final do ano passado e me acabei na loja Imporium (http://www.imporium.com.br), voltei com 3 sapatilhas lindas para o Recife, não usei salto nenhum dia enquanto esteive no RJ, nem nas festas de natal e reveillon.
    Aqui em Recife, a mulherada usa bastante sapatilhas, mas o fato de eu ser baixinha isso me inibe. Mas este post meu deu uma força. Vou vir trabalhar amanhã de sapatilha. 😀
    Adoro seu blog, seus looks.

    Beijos.

    1. Ana Carolina respondeu Marcely

      Marcely: liberdade para seus pés! 🙂 beijão e arrasa!!

  6. Juliana, RS comentou:

    Ana, queri.
    Muito interessante o teu “ensaio” sobre saltos e sapatilhas, especialmente porque ao final a mensagem que fica é “sinta-se bem, use aquilo que for melhor pra você”.
    Eu sempre usei saltos altos numa boa, mas nos últimos anos (preciso confessar: este ano farei Bodas de Prata dos meus 15 anos, ou 40 anos, para ser mais exata, hehehe!!) tenho me rendido às sapatilhas e saltos médios, e entendo que não deixei de ser elegante estando mais confortável. Conforto é o que tem me movido na compra de um sapato. Por mais maravilhoso que ele possa ser, se o salto é muito alto e muito fino (pouco prático pra caminhar sobre as pedras do estacionamento), não compro. Já tenhos horários, prazos e metas pra cumprir, então porque não estar confortável? O importante, mesmo, é estarmos bem. Com o espelho e conosco!!! Beijo!

    1. Ana Carolina respondeu Juliana, RS

      Pois é, já temos tantos embates no nosso dia a dia…ele tem que ser ao menos suave para nosso corpo, né? 🙂 beijão!

  7. Débora comentou:

    Ai gente quantos comentários confortadores, pois eu tenho 1,59m não curto salto alto, e às vezes me sinto meio por fora, principalmente pq trabalho na area jurídica onde os looks são formais demais. Depois que passei a acompanhar este blog, o HVA e Um Ano Sem Zara, constatei que muitas mulheres tem a mesma opinião, não usam salto diariamente, não se sentem obrigadas aquilo, já não me sinto um peixe fora d’agua, estou rareando cada vez mais o uso e a compra de sapatos com salto alto e assumindo de vez a minha altura.

    1. Ana Carolina respondeu Débora

      Que bacana, Débora! Fico feliz, mesmo. Um beijão!

  8. Ana,

    ter estilo é vc, simplesmente, se sentir bem com o que está usando! Sim, salto alto é realmente lindo, mas se vc os coloca e fica se sentindo esquisita, com certezaa estará passando essa imagem, independente de o salto ser baphômico! Esse amadurecimento vem com o tempo mesmo (eu acho). Tenho 1,58 de altura, quando era mais nova só via as meninas usando saltos enooormes e eu achava que tinha que usar também. E sofria usando-os. Mas daí o tempo passou e eu vi que meus amores eram as sapatilhas mesmo. E, bem, agora só uso elas: PRA QUALQUER LUGAR QUE EU VOU! Não me sinto menos mulher por isso, pelo contrário, me sinto mais feminina porque estou segura e confortável com o que estou usando.

    1. Ana Carolina respondeu Eduarda Wandekoken

      Eduarda, lindo o seu comentário. É isso mesmo! um beijão!

    2. Débora respondeu Eduarda Wandekoken

      Se sentir segura é tudo.

  9. Oi Ana, amei o post e por coincidência ontem estava discutindo esse assunto no almoço, quem é viciado em salto acha que uma sapatilha não consegue passar o glamour de quem está nas alturas e acho que seu blog prova que isso não é verdade. Já fui uma assídua frenquentadora dos saltos agulha, scarpins e por aí vai, porém depois de uma descoberta terrível (3 hernias na lombar) passei totalmente a ser fã incondicional das rasteiras, sapatilhas, oxford ou tudo do gênero sem salto. Por isso sempre adorei seu blog, idéias mega maravilhosas em looks com pé no chão. Bjssss. Flávia.

    1. Ana Carolina respondeu Flavia Silva

      É triste sentir dor na coluna, né, Flavia? Odeio ter problema na lombar 🙁 Adorei ler seu depoimento! beijos

  10. Letícia comentou:

    Ana, tal qual as outras que comentaram, também concordo com vc e aprovo suas ideias e seu jeito de pensar e escolher o que calçar. Saltos podem ser glamourosos, mas nem de longe são confortáveis e práticos. Eu sou adepta das sapatilhas e agradeço todos os dias pela retomada deste calçado na moda, o que, me parece, veio pra ficar. Acho que elas são muito mais práticas, confortáveis e confiáveis (para andar sobre a calçada portuguesa, nada melhor!). Portanto, espero que elas fiquem e que as empresas do ramo invistam cada vez mais em modelitos charmosos, estilosos e elegantes, para que consumidoras como eu tenham sempre muitas opções do calçado. Quanto aos saltos, deixo-os para as ocasiões em que, realmente, não cabem as sapatilhas.
    Os seus looks com sapatilhas são muito inspiradores pra mim e eu te agradeço por mostrá-los. Faço torcida para que continuem!!!
    Bjos
    Lets, de BH

  11. suellen comentou:

    amo salto, tenho vários, me sentia culpada por não usar sempre e até parei de comprar, mas acho que estou desencanada, trabalho correndo muito, as vezes tenho que sair no meio do dia para visitar um cliente, pedras portuguesas metrô onibus, sou muito mais sapatilha durante a semana, comecei a investir em umas mais chiques que combinam e me deixam arrumada, já o salto continuo amando, mas deixo para o fim de semana nas saidas de carro com o marido rsrsr

    1. Ana Carolina respondeu suellen

      pois é! uma sapatilha de paetês, ou bico fino, texturas de croco ou brilhos, todas ajudam a sofisticar o visual! Beijos!

  12. Amei o post!
    principalmente a ultima parte onde vc diz: ” Acho lindo que hoje eu consiga usar saltos até com certa habilidade, apesar de morrer de medo de achar que estou andando que nem pata na frente dos outros”.
    Tbm me sinto assim e sou mto adepta da sapatilha por isso, mas principalmente pelo conforto que ela nos proporciona na correria do dia a dia.

    ADOREI o post, sabe quando você se sente mais livre?!!

    Beijo grande Ana ;**

    http://www.blogemvoga.com

    1. Ana Carolina respondeu Priscila Martins

      Que bom, Pri! 🙂 beijão!

  13. Solange comentou:

    Ana, sou carioca da gema…
    Com o tempo(leia-se idade=37anos) E correria do dia-a-dia, optei pelas flats mesmo com 1,59 de altura… pois elar representa hoje para as cariocas conforto e economia… … prefiro aquelas que tem uma pedra, um detalhe, as vezes, de acordo com a ocasião ou ate mesmo humor(salto levanta tudo até a auto estima né?) aposto num salto e o resultado é:

    – calçadas e ruas do centro do rio = pedras infernais, onde o salto entra, num simples almoço vc acaba com seu salto novinho… imagino que os sapateiro do centro do RJ todos tenham casa na praia…tamnanho deve ser o lucro…rs

    Rasteriinhas abertas, não acho comportar no ambiente de escritórios e tals, acho lindo o look com salto, mas imagina voar daqui para SP, com mala, mochila, notebooks, subir e descer escadas, noosa no final do dia MORRI…. e isso na TPM então….inchada e tal…impossivel adotar o salto todos os dias.

    1. Ana Carolina respondeu Solange

      Maldito seja quem teve a ideia de por pedras portuguesas nas ruas do Rio! Ô coisa mais idiota! Os sapateiros que se dão bem, hahaha, adorei a casa na praia, rs!

      beijos!

  14. Marina Costa comentou:

    Ana, adorei esse post!!! Concordo com tudo!!! Também sou baixinha e moro em uma cidade onde tudo se resolve no centro ( coisa de interior, né?!) e é praticamente impossível encontrar uma vaga para estacionar…ou seja, vamos à pé! E nada melhor que sapatilhas…também acho lindo quem consegue conciliar a correria do dia a dia com saltos, mas prefiro minhas amadas sapatilhas! Beijos do sul de Minas!!!

    1. Ana Carolina respondeu Marina Costa

      Que legal, um dia quero conhecer o sul de Minas! 😀 beijos!

  15. márcia boiko comentou:

    olá, adoro seu blog! e achei esse assunto super importante.
    aqui em São Paulo tem de tudo, mas nos metros e lugares que frequento vejo muito tênis até com vestido e saia e, claro, as mais diversas sapatilhas. mas na região da Avenida Paulista o salto predomina, porém o que observo é que há mulheres que não sabem usá-lo ficando assim deselegantes ao caminhar, parece uma obrigação! o salto tem sim seu poder, mas pra cair no mal gosto é um passo. será que os pés esmagados, equilibrados e com veias saltando transmite elegância? eu acho que não. fico com peninha das que não conseguem consciliar elegância e conforto.

    beijin

    1. Ana Carolina respondeu márcia boiko

      Pois é, tem coisa mais deselegante que andar curvada, torta e que nem pata com salto alto? Tem que saber usar! Beijos

    2. Débora respondeu márcia boiko

      concordo plenamente, tambem sou de SP e é exatamente isso que acontece.

  16. Marselha comentou:

    Oi!!

    Achei o post super pertinente. Salto alto é elegante, torna o look mais feminino e sofisticado, mas em dias como os de hoje, quando a mulher tem que ir à luta, nada mais elegante e feminino que a sapatilha.
    Moro em Juiz de Fora, é verdade o que você falou, as mulheres daqui tem o hábito de usar salto diariamente. Esse hábito acabou com um dos meus joelhos e hoje, por necessidade, me valho das sapatilhas (mesmo tendo apenas 1,63m) e acho que é a melhor opção para o dia-a-dia.

    Parabéns pelo blog.

    Beijos.

    1. Ana Carolina respondeu Marselha

      as mulheres juizforanas já estão maquiadas de manhã cedo, me sinto uma mal ajambrada perto delas! hahaha! 🙂 beijos

      1. Débora respondeu Ana Carolina

        Será que elas nao dormem maquiadas?

        1. Ana Carolina respondeu Débora

          hhahahaha

  17. Alice comentou:

    Achei o post ótimo, e concordo plenamente com você quando fala que usar salto pra tudo chega a ser brega, parece que a pessoa não consegue se adequar as situações, por exemplo: um churrasco, na casa de campo onde todos ficam na grama e alguém fica tentando se equilibrar com o salto afundando no chão, péssimo e fora de propósito. Usar sapato baixo pode ser muito chique, ainda mais com essas sapatilhas de bico fino que estão super em alta!

    Sou mineira mas adoro o su blog!!!

    bjs

  18. Larissa comentou:

    Adoramos os dois! Mas é claro que para o dia-a-dia a sapatilha é uma ótima opção por causa do conforto e etc…mas ambos ficam lindos, Beijos!!

    1. Ana Carolina respondeu Larissa

      🙂 beijos!!

  19. Ana Paula Zuim comentou:

    Oi Xará

    Nem vou fazer um mega comentário pq vi que muitas o fizeram…rs

    Eu AMO salto, concordo que é um exagero usar direto, sempre, até porque as vezes até eu acho que a situação merecia algo baixo, mas não consigo, vou nas lojas e acho tudo feio, só amo os saltos, dos menores (8 cm rs) ao enorrrmes..
    Baixo mesmo só havaiana que tb é o oposto extremo.

    Mas cada uma vai como quer, acho seu looks lindos de saapatilha, mas não consigo usar, muito menos comprar. #prontofalei.
    Beijos
    Amo seu blog

  20. Manuela comentou:

    Oi Ana! Lembra de mim do conselho sobre a saia da Zara? Rs, segui, nao comprei, nao me senti bem e isso que importa.Obrigada1

    Adorei o look de hoje, amei a saia, sei que salto no dia a dia eh um saco de usar, mas acho que pra esse modelo, da saia lapis, vai bem mesmo eh com salto!

    Bjs!! =)

    1. Ana Carolina respondeu Manuela

      oi Manu! lembro sim, q bom! Pois é, esse modelo meio saia lápis fica bem com salto, mas sabe que com sapatilha de bico fino também? 🙂 beijos

  21. Leonor comentou:

    Oi Ana, muito legal este teu post, até porque eu me senti né…, pois eu também fiz um comentário sobre achar falta de salto nos teu looks. Só demonstra o quanto tu levas a sério este blog e o quanto tu és atenciosa conosco.
    Quando fiz o comentário já imaginava que o motivo de tu não usar muito salto seria mesmo pela praticidade e pelo teu estilo de vida e concordo plenamente. Eu gosto de usar, mas não aqueles tipo agulha, um que passe de 8cm para mim já não rola muito, gosto de usar também espadrilhas, mesmo quando coloco, sempre levo numa sacola, uma sapatilha ou uma “sandalinha” ou chinelinho (no verão, pois sou de Porto Alegre), quando tenho que “bater perna” ou não tenho carona do maridão.
    E óbvio, bom senso, nas situações mais informais salto nem pensar.
    Quem bom que tu também acha que o salto nos deixa mais elegantes, dependendo da roupa e situação, claro, mais legal ainda é que o teu blog é a realidade da gente que tá na luta todo o dia.
    Beijão, parabéns e continua assim guria.

    1. Ana Carolina respondeu Leonor

      Sim, Leonor! Eu leio todos os comentários e sempre fico atenta às sugestões de vocês. A sua indagação foi super pertinente e que bom que vc gostou do post! Um beijão!!

  22. Ana, excelente reflexão! Acredito que moda também tem que estar associada ao conforto. Afinal, não adianta ser apenas bonito. Gosto de compras funcionais, sendo salto ou não! E é tão bom poder variar de vez em quando, não é? Uso sapatilha sempre, mas, as vezes, arrisco um salto, um tênis e me sinto bem com qualquer um deles!
    Beijos

  23. RANA comentou:

    Oi Ana, seus posts sempre tão legais, tão a cara d mulherada!

    Tbm sou dessas que preferem o conforto da sapatilha, mas que vive com o salto na bolsa.. heheh

    Aqui no RJ é td tão mais fácil com moda, não somos “obrigadas” a nada, nem a saltos, até pq nenhum salto resiste ao Centro.. heheh

    Mas tbm já morei em JF e lá… as pessoas vão de salto agulha na padaria buscar um pãozinho…
    Usar havaianas a noite, na rua, é pecado mortal…. rs

    Mas enfim, como vc disse, é questão de hábito mesmo!!!

    bjs

    1. Ana Carolina respondeu RANA

      Sabe que hoje em dia a galera tá bem adepto das havaianas e das rasteirinhas em JF? Abriu até uma loja havaianas lá! hahaha

      Que bom que vc curte os posts, Rana 🙂 beijos

  24. marietah comentou:

    Que post bem escrito.

    E você disse tudo: liberdade é a palavra.

    E observe como a graça da liberdade de decidir casa bem com as mudanças trazidas pela própria vida…

    Uma historinha pessoal: alta, aos 11 anos já tinha 1.70 e morria de vergonha. Achava que nunca conseguiria namorado por causa disso risos.

    Durante boa parte da minha adolescência meus “saltos” tinham, no máximo, 5 reles centímetros. E chorados. Me sentia completamente desengonçada se excedia disso.

    Quando desencanei da altura e comecei a valorizar meus 1.74 passei a vislumbrar os saltos como aquele detalhe sedutor numa produção.

    Mas não passa disso: um detalhe.

    Dia a dia? Sempre sapatilhas. Mas ainda assim, só desmistifiquei a junção do calçado com vestido depois que passei a acompanhar seu blog, como falei no outro comentário.

    Sobre seu look de outro achei extremamente feminino. E tudo é questão de equilíbrio, não tem jeito. Saltão com saia na altura dos joelhos é lindo, chique, discreto, sensual… ode a uma das facetas de nós, mulheres!

    Parabéns!

    1. Ana Carolina respondeu marietah

      Marietah, q bom que gostou do texto…nem revisei direito, terminei de escrevê-lo 1h da manhã! Ufa. Sobre sua história, imagino a vergonha em crescer tão rápido. Mas olha que máximo vc descobrir a vantagem de ser uma mulher alta (eu queria taaanto ter 1,74m! rs)

      um beijão!

    2. Glauce respondeu marietah

      Marietah, compartilho do mesmo mal. Eu parei de crescer aos 12 e estacionei no 1,74m. Tinha apelido de girafa, poste, entre outros e ODIAVA salto! rsrs
      Bjo!

  25. Juliana comentou:

    Ana, que delícia esse seu post!

    Confesso que, no Rio, era super adepta dos saltos (normalmente, anabelas nas sandálias ou salto mesmo nos sapatos fechados), mas depois que me mudei, acabei mudando muito minha forma de encarar os pézinhos… Primeiro por uma questão prática, já que salto na chuva (ou até na neve), comigo, não rola. Sou daquelas que tropeça em si mesma e, embora nunca tenha levado tombo de salto no Rio, sempre escorrego quando encontro um chão molhado.

    Por outro lado, sempre fui tarada em um All Star (teve uma época que eu tinha 6!), além das sapatilhas da Melissa. Já deu pra ver que, mesmo sem salto, meu negócio nunca foi particularmente confortável, certo? Pois é, não para mim. Todo mundo sempre implicava com a minha mania de usar All Star sem meia (mas com talco, hein!) ou Melissa, dizendo que machucava… Bom, eu não sinto mais a pele do meu calcanhar/tornozelo há um tempo, de tanto que já machuquei essa região com sapatos (sério!). Pra mim, é tão confortável quanto qualquer outra coisa.

    Ou seja, conforto é super relativo!

    Sou do time das baixinhas (1,58), mas nunca fui noiada com isso… Então assumir os oxfords (AMO!) e as sapatilhas sempre foi tranqüilo. Mas acho que ninguém deve deixar de usar qualquer coisa porque os outros acham “incomum”!

    Ufa, comentário gigante, desculpe!

    E beijos!

    1. Ana Carolina respondeu Juliana

      Sim, é relativo! Mas confesso que invejei seus pés guerreiros…os meus são super sensíveis, machucam com qq coisa, têm joanete, tenho pé chato….putz, sou toda ferrada, hahaha

  26. Ana, estou in love com seu post.
    Moro em Natal – RN (A “cidade do sol”) e aqui o clima é muito mais litorâneo do que no RJ! hahaha
    Porque aí ainda tem a época em que faz um friozinho pra você poder se sentir bem de blazer, jogar uma bota. Aqui é 35° o ano INTEIRO. No inverno chove COM O SOL BRILHANDO no céu.
    Eu aaaamo minhas sapatilhas, oxford, rasteirinhas e, principalmente, minhas havaianas (para algo mais despojado como praia, supermercado e coisas do tipo) e raramente uso salto alto! Tenho uns 5 sapatos de salto mas estão no mais obscuro lugar do meu guarda-roupas. Mal uso.
    A briga rola entre mim e meu namorado que quer porque quer que eu suba no salto!
    Quero um mundo onde as pessoas prestem atenção ao conjunto e não ao “Ela está de salto, sabe se arrumar”.
    Pense num post incrível!
    beijos!

    1. Glauce respondeu Leticia Sayonara

      Leticia, Natal é tão fresquinhaaaa!!! Aquele ventinho bom e o sol primaveril batendo na cutis…. rsrs

      1. hahahaha é e não é.
        É fresquinha se você estiver parada, sentada, vendo a vida passar. Experimente andar de ônibus a qualquer hora do dia ou mesmo de carro sem o ar-condicionado ligado… Vc não sobrevive!

  27. fernanda comentou:

    Eu não sei usar saltos. Não é que eu não saiba andar neles, é que eu não sei com que tipo de roupa usar. Não vou a praticamente nenhum lugar formal, então não sei como encaixar saltos no meu dia a dia. Sempre acho que vai parecer exagerado, vulgar ou simplesmente sapatilhas, rasteiras ou tênis iriam melhor. Você usar tanto sapatos baixos foi algo que me atraiu para o seu blog.

  28. Patty comentou:

    Oi aninha eu amo as sapatilhas para trabalhar alem de ultimamente ter uma mais linda do que a outra conforto é tudo né,tbm gosto muito de salto mais no nosso rio de janeiro principalmente no centro (rua do ouvidor e adjacencias)com tanta obra fica um pouco inviavel mais pelo menos 2 vezes na semana eu uso agora chinelo não da me recuso chinelo pra min so pra praia ou ir a padaria,com tanta sandalia rasteira por ai de pedras sem pedras de onça,lisa ou seja com tanta variedade não justifica a criatura colocar um terninho e ter um par de havainas no pé isso realmente me revolta kkkkkk bjs no coração Patty.

    Obs: amei a sapatilha e tbm o peep toe lindos d+

  29. CONCORDO! CONCORDO! CONCORDO!
    Essa coisa de “só fica elegante/bonito” com salto é tão ditador quanto usar espartilho pra afinar a silhueta!!!
    Abaixo essa padronização das mulheres!!! De sapatilha (aliás amo/sou essa sua sapatilha de paeTês), chinelo de dedo, ou de louboutin o importante é o “sentir bem”.
    Conheço garotas que andam de ônibus e a pé nas ruas, mas não deixam o salto alto de jeito nenhum!!!Em nome de que mesmo??????E haja falta de amor com o salto qur fica todo descascado quando fica preso entre as pedrinhas da calçada!!!!
    Sou uma ex amante do salto (sim e tenho milhares deles estocados/encaixotados em casa), depois que descobri o conforto e a ELEGÂNCIA das sapatilhas, virei adepta!!!!!
    E hj uso tudo com sapatilha: vestido, calça skinny, saia….
    E o salto?? Esse eu deixo pra ocasiões MEGA especiais, mais solenes
    Nisso, minha coluna também agradece!!!

    Beijos
    e continue nos inspirando em seus posts!!!

  30. Thais comentou:

    Oi!!

    Sou muito no meio em relação a saltos e flats… É quase como se eu fosse de lua! hehehehe
    Tem dias que gosto de tá nas alturas, com mega saltos, pois acho bem elegantes, mas pra andar em ônibus e em calçamentos, além de estragar os saltos, não rolaaa!! Faço do mesmo jeito que você venho de rateiras e quando chego no trabalho eu coloco o saltão!
    Agora hoje por exemplo eu to com uma sapatilha… e ultimamente ando assim, bem mais confortavel!!

    Bom eu gostos dos dois!

    Beijãooo!

  31. Ana Cláudia comentou:

    Oi Ana, sempre leio seu blog, mas acho que nunca comentei. Adorei este seu post. Achei maravilho saber que vc, que é uma pessoa que entende bastante de moda e estilo, também acredite que salto as vezes pode ser cafona e inconveniente ao extremo! Concordo plenamente, inclusive sobre a questão geográfica, no Rio as mulheres são mais desencanadas com salto. Eu sou um grande exemplo, só não abro mão nas saídas à noite, festas, boate, etc!
    Meus parabéns pelo blog, pela organização, pelo estilo, e tudo!
    Beijos

    1. Ana Carolina respondeu Ana Cláudia

      Obrigada, Ana!! Beijão!

  32. Glauce comentou:

    Ana, sua linda, você disse tudo!!! =)
    Eu também acho salto liiiindo, tenho alguns, mas vivem encostados, uso quando vou a uma festa ou pra sair à noite vez ou outra. E olha que eu ando muito pouco, porque com o calor da minha cidade (Cuiabá) e o sol escaldante não dá vontade de caminhar nem 2 quadras.
    Acho que toda mulher tem que se vestir como se sentir melhor e, guardadas as devidas proporções que cada ambiente exige, não ligar para o que os outros pensam.

    Eu apóio o movimento em favor das sapatilhas. Por sapatilhas cada vez mais fofas e elegantes, plis.

    1. Ana Carolina respondeu Glauce

      sim, sapatilhas lindas, que são essas que fazem a diferença! 🙂

  33. Ana Behar comentou:

    Ana,

    Adorei o post e acho que cada um tem que usar o que achar melhor.
    Me inspiro muito no seu blog! Moro e trabalho no RJ ando de trem e carrego o salto na bolsa para os dias necessários no trabalho.
    No geral tenho várias sapatilhas que me deixam elegante em várias ocasiões.
    Como leitora te acho super coerente em suas escolhas, como ser humano te digo, dá uma banana para o povo que exige salto….neguinho vem aqui e ainda reclama…fala sério! Nao tenho paciência para isso..

    1. Ana Carolina respondeu Ana Behar

      hahaha, faz parte, Aninha! Como eu disse, tem cidades que o hábito é usar salto alto e com certeza também querem se inspirar com esse tipo de calçado nos looks 🙂

      Beijos!

  34. Viviane Moreira comentou:

    Post maravilhoso! Disse tudo que penso!!!
    Eu amo um salto sou louca por eles, mas infelizmente se eu comprar vai ficar encostado no meu armário, uma pena digo com dor no coração, pois a vontade de compra-los é muito grande, mas eu que não tenho carro e ando nessas ruas terríveis de Curitiba não rola pra mim tb! Quando surge a oportunidade tenho que ver se tenho dinheiro pro táxi e ver se meu pé não ta com dor das minhas longas caminhadas, no fim ganha o conforto!
    Esse sapato que vc mencionou até sei qual é, lindo, divino, mas se eu tivesse comprado (como tantas vezes sinto vontade, mas me seguro) iria ficar encostado esperando aquela oportunidade de usar que acontece uma vez no ano, então dinheiro empatado em algo que poderia ter sido gasto em uma sapatilha ou em uma roupa mais básica pro dia a dia! Constantemente temos que pensar no custo x benefício! O engraçado é q digo pro meu marido q quando tivermos um carro só vou usar salto!!! rsrsrs E nem precisar comprar eu vou!!! Desencalharei os meus do armário que só esperam a oportunidade de sair e desfilar por ai!
    Bjss
    Vi

  35. Ana comentou:

    Eu prefiro sapatilha, rasteirinha e até um tênis fofo a usar salto. Embora eu tenha inúmeros saltos também.
    Pro dia-a-dia, trabalho fico com os baixinhos e, às vezes, alguns saltos. São confortáveis e minha coluna agradece. E pros finais de semana, baladinhas fico com saltos e saltões.
    Tenho amigas q não sabem viver fora de um salto 10 cm. Podem andar uma maratona e sobrevivem. Eu não consigo andar duas quadras. Pode ser falta de costume. Ou pode ser pq já tive problema crônico de dor na coluna e hoje faço qualquer coisa pra evitar sentir as dores que eu sentia.
    Mas o importante é a pessoa usar o que faz ela feliz.

  36. margarete comentou:

    DOU AULAS PAR O FUNDAMENTAL 1. LIDO COM CRIANÇAS AMANHÃ INTEIRA IMAGINA USAR SALTO? AMO DE PAIXÃO SALTO MAS PRIMO PELO CONFORTO TAMBÉM. E ESSA HISTÓRIA DE USAR SALTO PARA ALONGAR… HÁ TANTOS OUTROS ARTIFÍCIOS COMO USAR PEÇAS EM TONS SEMELHANTES, CINTURA MARCADA NÃO VEJO POR QUE A BAIXINHA AQUI IRIA SUBIR NOS SALTOS TODOS OS DIAS.
    AMO SEU BLOG DIARIAMENTE VENHO AQUI VER SEUS LOOKS. GOSTO DESSE BLOG PRIMEIRO POR VC TER UMA POSTURA MAIS GENTE COMO A GENTE E POR ELE SER DIFERENTE DOS OUTROS QUE A MIM MAS PARECEM UMA FORMA DAS SUAS DONAS EXIBIREM SEU ALTO PODER AQUISITIVO.
    BEIJO GRANDE.

  37. Karine comentou:

    Eu sou team sapatilha pra sempre!

    Eu tenho o lado bom já ter uma altura bacana, e só uso salto pra eventos que realmente pedem (casamento/quinze anos/ etc)

    Exatamente como você disse, eu também não tenho carro e dependendo muito de ônibus e metrô pra passear por aí, seria muito sacrificante ter que andar com 10 cm a mais e aperto no pé.

    Beijos

  38. Cah Siqueira comentou:

    Que debate hein !

    Eu mesmo com a minha grande estatura de 1.59, uso sim (e diariamente!) sapatilha (e qqer sapato baixo rs). A principal questão seria o conforto mesmo e o fato de eu nao ter a sensação que vou torcer meu pezinho ! Tenho 3 salto altos praticamente novos porque eu me sinto desengonçada andando neles… apesar de everybody dizer que estou andando bem…

    O salto alto deixa qualquer look mais poderoso por dar um UP nas pernas e ja ouvi dizer que ”afina” a silhueta tambem… enfim. Salto alto (pra mim!) somente em FESTA e algo mais formal. Do contrario DA-LHE sapatilha !

    E Ana, voce fica MUITO linda de sapatilha viu ? Principalmente de ALPARGATAS ! *-*

  39. Juliana comentou:

    Excelente post! Concordo com tudo o que você disse.
    Eu acho lindo sapato de salto mas confesso que morro de preguiça só de pensar em passar um dia todo em cima deles. Por isso, no meu dia a dia, só uso sapatos baixinhos e deixo os saltos apenas para eventos noturnos ou ocasiões em que não preciso andar muito. Muitos até pensam que não uso tanto salto porque sou alta, mas na verdade eu escolho pelo conforto mesmo e hoje em dia existem tantas opções bonitas de rasteirinhas, sapatilhas, slippers e oxfords que dá sim pra ser elegante sem salto.
    Bjos

  40. Amei seu blog!!!!
    Já estou te seguindo…
    Bjs, Fran.

  41. Roberta comentou:

    Apesar de ter apenas 1,62m, eu praticamente só uso sapatilhas no dia-a-dia. Sapatilhas e oxfords são os primeiros itens que me atraem nas vitrines de lojas de calçados e acabam sendo investimentos super inteligentes, porque eu os uso até furar. O salto alto fica só para aquelas ocasiões mais formais, porque até para sair à noite para um barzinho eu lanço mão das minhas sapatilhas mais arrumadinhas. Concordo que às vezes um salto cairia melhor na produção, mas eu simplesmente não consigo deixar o conforto de lado, e nem acho que deveria. Se pensarmos bem, é uma escravidão ter que viver em cima de um sapato desconfortável e potencialmente prejudicial à saúde só porque a sociedade os impõe como padrão de beleza e elegância. E, com todo o respeito, salto não simboliza poder. O que me faz me sentir poderosa é a liberdade de escolher o conforto em detrimento da suposta “elegância” e ainda me sentir bem vestida e bonita.

    P.S. Gente, aqui em Natal-RN não faz esse calor todo não! Moro aqui praticamente desde que nasci (há 25 anos) e posso dizer que passei muito mais calor no interior de SP do que aqui! As temperaturas máximas nos meses mais quentes não costumam passar dos 32°C (http://br.weather.com/weather/climatology/BRXX0158), e a umidade sempre dá aquela aliviada. Podem vir sem medo! Hahaha

    1. Ana Carolina respondeu Roberta

      Roberta, eu nunca estive em Natal, mas já fui a Maceió no verão e posso afirmar que o calor de lá não é desesperador como o do Rio. Aqui a gente pinga de tanto suar, em Maceió estava quente mas eu não tive a mesma sensação que aqui no Rio, achei beeeem mais tranquilo!

      E vc está certa: poder mesmo é usar o que queremos!

      beijos!

  42. Luisa comentou:

    Oi Ana,

    Mesmo passando quase religiosamente pelo blog tem muito tempo que não comento nada, mas o post de hj me fez pensar e atravessou um dilema que estou agora!!
    Troquei de emprego, agora to numa empresa muito mais formal que um escritório de arquitetura, onde estava habituada a trabalhar! E já me disseram, com muito jeitinho, que eu preciso usar salto alto, me vestir de acordo com a imagem da empresa. Na sexta ou nos dias em que vou ficar ficar só no escritório cabe um visual mais informal, mas que ainda está muito longe do que eu considero informal!! 🙂
    Aí esse debate de, até onde o salto alto ou o terninho é de fato uma representação da formalidade, ou a única representação? Acho que poderia passar a mesma seriedade de formas mais interessantes! N a verdade ainda estou pensando no assunto… afinal blazer e salto alto não combinam com o calor e as nossas calcadas de pedrinha portuguesa ne?

    Bjs,

    Luisa

    1. Ana Carolina respondeu Luisa

      Oi Luisa! Saudades suas! Menina, que imbroglio, rs. Eu acho tudo uma baboseira, mas entendo que às vezes as normas são gringas – e aí cadê adequação ao nosso clima? Experimenta um salto médio pra baixo e faz o truque de levar o sapato na bolsa e ir de sapatilha até a porta!

      Beijos

  43. natalialott comentou:

    Oi Ana!

    Agora entendi a sua relação com JF… Só podia ser o marido! rsrsrs

    Olha só, as mulheres daqui de Juiz de Fora realmente “acordam montadas”. Eu, particularmente, me sinto até mal ao dar de cara com uma sujeita maquiada até a alma ás 7 da matina; me sinto uma integrante da família Addams por mal conseguir pentear o cabelo e escovar os dentes a essa hora da madrugada. Maquiagem e salto, nem pensar! Mas é como vc falou: característica da cidade.

    Eu sou adepta das sapatilhas (ou tênis) por vários motivos, mas o principal é o conforto para andar. (pra quem não conhece, Juiz de Fora tem um centro da cidade intenso, que é o coração da cidade, cheio de galerias e calçadões. Só dá pra andar a pé.) Salto, só em festas e em lugares que eu sei que não vou ter que andar quilometros para chegar, rsrsrs.

    Só não uso chinelo aqui pq ninguém merece ficar com os dedinhos congelados, né? (Se bem que nesses dias de calor carioca, um chinelinho tem sido meu companheiro de aventuras.)

    Bjos querida!
    Nat

    1. Ana Carolina respondeu natalialott

      Natalia, come uma bomba de chocolate na Fábrica de doces Brasil por mim! Deu saudade agora!!! 🙂 beijão!

      1. natalialott respondeu Ana Carolina

        Ana, podexá que quando eu passar na Fábrica de Doces eu como uma e tiro uma foto pra vc, tá? (Agora fiquei com vontade tb!)
        Bjão!

  44. Erica comentou:

    Sou carioca da gema, do subúrbio odeio salto, quando tive de trabalhar de terninho com salto eu fazia o mesmo esquema, ia de melissa rasteira e no metrô colocava os malditos peep toes e scarpins de saltinho e o pior que eu acho uó aqueles saltinhos, eu acho lindo salto fino mas não seguro, sou mil x as sapatilhas.

  45. Oi Ana!!!
    Sou a “menina do bolero da espaço fashion” rsrs…sou meio preguiçosa, mas vou tentar postar de vez em qdo aqui!
    Bem, moro em Salvador, andar de ônibus aqui é quase impossível. Os ônibus são super maltratados, lotados, cadeiras duras e nenhum cor ar, só os executivos de 6 reais a passagem.
    Também não temos metrô, o governo federal já mandou dinheiro para 3 metrês, mas não foi terminada a obra…
    ou seja, aqui os saltos reinam!

    Tenho 1,61m, não me acho alta nem baixa, estatura média! Mulher pequena, na minha opinião, é muito mais charmosa que mulher alta.
    Acho a maioria desajeitada, desengonçada! Acho as pequenas mais proporcionais e femininas!

    Bem eu gosto de sapatos com e sem salto, vai muito de ambiente, ocasião, ou mesmo do meu humor. Acho que tem roupas que combinam mais com salto, outras sem…e tem dias que quero ser mais menina, outros mais mulher…

    Tem dias que curto maquiagem pesada, outros de cara lavada! Aco um saco aquela colega de trabalho q tem sempre as mesmas roupinhas, das mesmas cores, com o mesmo cabelo sem graça.

    Acho que tudo q é radical é sem graça e o divertido é se reinventar a cada dia, com um novo estilo e uma nova cara! bjuuu

    1. Ana Carolina respondeu Silvinha.Ba

      Tb odeio quando todo mundo radicaliza e dita uma regra! Se vestir diferente todos os dias pode ser tão divertido! Beijos!

  46. Soninha comentou:

    Ana, delícia de post !!!
    Ser chic e moderna é se sentir bem.
    Moro em Santos/SP- sou Secretária Executiva, mas uso de tudo: peeps, scarpins, sandálias, plataformas, oxfords, tênis, botas ….
    Cada dia é um dia, cada look pede um calçado e cada mulher tem seu estilo.
    Já fui trabalhar sim com um tênis estiloso e sem cara de academia num look calça folgada molinha + camiseta + cardigan num dia tranquilo em que eu ficaria o dia inteiro fazendo arquivo e os Executivos estavam viajando. E sabe quais foram os comentários dos colegas: que eu estava clean e chic !!!! Acredite se quiser !
    Gosto de brincar e variar os looks de acordo com meus compromissos e meu estado de espírito.
    Claro que em dia de reuniões e visitas importantes adoto um estilo mais formal de terninho, saias no joelho com camisas, vestido retos com blazer e nestes casos o salto “fecha” o look. Mas cansei de ir com saias longas e fluídas, sapatilhas, vestidos midi com casaquinhos.
    Também não condeno quem só usa salto. É simplesmente uma opção.
    Dá sim prá ser estilosa sem salto !
    O importante e sentir bem e bonita, independente do sapato !

    1. Ana Carolina respondeu Soninha

      Adoreiiiiii!! 🙂 Arrasa, Soninha! Beijos

  47. Ana, eu sou defensora ferrenha das sapatilhas e tênis. Na vida real, na MINHA pelo menos, onde pego onibus, vou pra vários lugares em um dia só, resolvo coisas na rua o dia inteiro, é IRREAL comprar um salto (e pagar caro por um bonito e confortável) pra usar no dia a dia e matar o pobrezinho nas minhas correrias. Fora que minha coluna também não aguentaria. Mas quando eu trabalhava em escritório fechado o dia todo, e andava de carro, eu arriscava o salto alguns dias na semana. Alonga, deixa elegante, deixa FINA automaticamente qualquer produção simples. Mas sempre me sinto melhor com sapatilhas.
    Eu acho sapatilha um calçado super feminino, já não digo o mesmo do tênis. Mas tudo depende da produção e de como usamos, e das combinações que fazemos! Adoro usar tênis com vestido e saia, por exemplo. Já deixa o look mais feminino instantaneamente!

    Ah, to ansiosa pra ver seu post sobre a M. Filó pra C&A! Já fiz um, adoraria que você visitasse e deixasse um comentário se puder! http://www.truthmode.blogspot.com/

    Beijos, e amei os dois looks, com salto e sapatilha (essa sua sapatilha deixa as produções RYCAS na hora!linda!)

    1. Ana Carolina respondeu Mayara Fernandes

      Sim, o lance é saber coordenar as peças e deixar tudo mais interessante! beijão!

  48. Rossane comentou:

    Ana,

    Adorei seu post! Sincronia de pensamentos…ontem mesmo, estava observando uma colega advogada, que se equilibrava sobre um lindo sapato rendado e eu ali, calçando uma sapatilha…pensava se ela não se cansava de usar salto alto todo dia, se realmente aquele sapato era pra ser usado durante o dia e no trabalho, se não era difícil andar nas calçadas de nossa cidade (todas precisando urgentemente de melhorias) cuidando para não virar o pé ou estragar o salto, se por não usar salto no meu dia a dia eu deixava de ser tão feminina quanto ela…E chego a conclusão que não. Elegância, feminilidade também tem a ver com atitude, com a forma como vc se comporta, com discernimento do que é mais apropriado para a ocasião…Não acho que sapatilha seja sinal de falta de opção, muito pelo contrário! Hoje temos modelos diferentes e maravilhosos! Este questionamento serviu para me convencer que devo me permitir usar salto mais vezes e em variadas ocasiões. E daí que eu tenho 1,74 m e já sou alta por natureza (e fácil, fácil passo dos 1,80 ao usar salto)? O máximo que pode me acontecer é ser vista de longe por todos!!! kkkkk). Mas de forma alguma deixarei de usar o que me faz sentir confortável, apenas para me enquadrar em determinados padrões da moda. Então “Viva a sapatilha”!!!!

    Bjs

    1. Ana Carolina respondeu Rossane

      Acho lindoooo mulher alta de saltão! 🙂 Beijoca!

  49. Kássia Mota comentou:

    Ana concordo muito com o discurso da liberdade.
    Adoro saltos e tenho alguns, moro em Fortaleza-Ce e na maior parte do tempo estou a pé, carro só carona do marido e das amigas, então salto fica atá cafona…
    Imaginem só, andar, andar nas ruas do Rio, Fortaleza, Brasil de salto o dia todo! As calçadas estão sempre quebradas o que desgasta o salto e o torna deselegante! Assim como entortar o pé a toda esquina, porque o salto entrou na areia ou entre pedras… é muito cafona.

    Agora quando vou sair de carro e estou afim uso salta sem medo, com mini saia, mini short sem preocupação e com cuidado para nãoparecer uma periguete!

  50. Ariana comentou:

    Oi Ana! Li tudo, e concordo com você: conforto acima de tudo!
    Sou do interior de Minas, e por aqui todas só usam salto (será que é mal de MG?), eu mesma já fui assim e só tinha saltos no guarda-roupa. Minha primeira rasteirinha tive no 2º período de faculdade, pois até então, eu enfrentei o primeiro período de salto. Após andar a pé (sem ter papai de carro pra levar todos os dias), de ônibus, subir morros, pisar em barro, constantemente, desisti dos saltos e optei pela praticidade. Foi libertador! Nunca mais consegui ser a mesma! Haha. Hoje em dia pra tudo vou de sapatilha/rasteirinhas, enfim, baixinhos. O saltão ficou só pras baladas mesmo!

  51. caroline comentou:

    Oi Ana

    Sou de São Paulo e moro pertinho da Av Paulista! que pra mim é o lugar que retrata muito bem essa diversidade!! vc encontra desde advogadas poderosas com saltos maravilhosos a estudantes de havaianas, mas msm assim sinto que aqui em Sampa tem uma pouco essa cobrança de estarmos sempre em ordem e impecável, que pra muitas significa estar de salto!!
    Acho q eu tenho um complexo ao contrario, tenho 1,70 de altura, e quando estou de salto acho q todo mundo esta olhando pra mim e acabo sentindo vergonha e quase sempre indo de sapatilha, msm a lugares que o salto caberia bem!
    eu tenho um problema serio com sapatilhas , eu sou viciadas nelas! tenho de todas as cores e modelos, acho q ao todo são mais de 100, me sinto ate estranha de dizer que tenho somente 3 sandalhas de salto!
    mas realmente o que importa é ter estilo mas não esquecer do conforto!!
    adoro seu blog!
    bjuss

    1. Ana Carolina respondeu caroline

      Amo a Paulista!!! Pois é, tem muita mulher alta fica envergonhada com salto alto, mas sabe que eu acho a coisa mais linda?

      Tb sou viciada em sapatilhas! Beijocas!

  52. Marina comentou:

    Tenho 1m58 e cada vez uso menos salto. Na verdade, atualmente, eles se resumem a festas mesmo. E olhe lá! Quando eu estagiava eu usava uns enooooormes, hoje, já formada, não sei como aguentava!

  53. Arrasou com esse post querida!!
    Verdade seja dita, não sou carioca mas acho que nasci no lugar errado. Amo o jeito de nos vestirmos e lidarmos com isso. Carioca vai de Havainas até pra Balada e isso meio que incomoda as pessoas de outros lugares!
    Viajo o Brasil todo com uma certa frequência e dos lugares que já passei, constatei que o Rio é o único lugar onde as mulheres podem se libertar, em outros lugares elas meio que são dependentes e em alguns casos até escravas dos saltões!! Não me vejo nessa, uso o que me dá na telha e acho o máximo a gente não ter que ficar na neura… Viva a liberdade!!

    http://castro-pri.blogspot.com/

  54. livia dias comentou:

    nesse ponto sou MUITO CARIOCA, apesar da tatuagem com o mapa do nordeste/pernambuco nas costas, lugar onde as pessoas vao de salto pro shopping (#oi?). pra mim, flats para a vida!!! e ja fui mais radical, tipo ir trabalhar de havaianas… igreja e faculdade é certo: havaianas
    compro saltos pra ocasiões especiais e depois eles ficam no armário, intactos. tenho um com mais de 10 anos, novinho, de tanto q NAO uso. ha-ha
    mas tem um ps aqui: AMO essa sua ankle boot de onça da andarella *.*

    1. Ana Carolina respondeu livia dias

      eu tb amo essa minha ankle, ela tirou férias, precisa voltar! hehe

  55. Andreia Araujo comentou:

    Oi Ana

    Tudo bem? Sempre que posso visito seu blog e adoro suas fotos e comentários.
    Eu sou de JFora mas estou morando em Brasília há dois anos e meio, lá, além da mulherada sair super arrumada a qualquer hora do dia, as distâncias também são bem menores, vc vai de uma ponta a outra da cidade num ônibus só se quiser e aí o salto não cansa muito, sem falar no clima que é bem ameno… qdo cheguei no DF eu reparei como as mulheres usavam sapatilhas, rasteiras e até chinelos no metrô para irem trabalhar, mas depois de uns meses soube que é impossível enfrentar o dia a dia com saltão, aqui tudo é muito longe e o pedreste sofre pois em muitos lugares nem calçadas com as pedras portuguesas temos para andar, sem falar no calorão… então acabei me rendendo as sapatilhas e rasteiras mesmo tendo amores por salto alto, eles ficam bem quietinhos no armário esperando uma chance que nunca chega! Abraços e parabéns pelo Blog.

    1. Ana Carolina respondeu Andreia Araujo

      As juizforanas em peso aqui no blog! Adorei! Beijão, Andreia!

    2. Myla respondeu Andreia Araujo

      Aqui em Brasília quem anda de salto anda de carro, porque não dá pra usar não quem pega ônibus e metrô, eu que ando correndo ahaha sem condições!!

  56. Fernanda comentou:

    Ih, preciso opinar! Pq além das pedras portuguesas de meu deus, ainda tenho o agravante de um pé que sua feito louco. AND joanete. Aaaaand pé chato. O pé sai do sapato, o atrito esfola o pé, a sola começa a reclamar, o joanete força a barra para fugir. É uma loucura. Só uso salto no inverno, com meia, ou para ir logo ali, de carro com o namorado. Acho lindo quem usa, mas já me conformei com a natureza complicada dos meus pézinhos.

  57. Lual comentou:

    apoiada! acho lindos os saltos e confesso que compro, uso uma ou duas vezes e acabo encostando no armário. já fiz desafios de usar saltos a semana toda, mas é isso aí mesmo. quem consegue usar salto todo dia pra bater por aí é muito guerreira. eu morro de dor nos pés e pernas. só uso em ocasiões especiais ou quando venho de carro para o trabalho.

  58. ai Ana, adorei o post…
    não comento mt pq as vezes a correria ñ deixa, mas é raro eu ficar um diazinho sem vir por aqui (:

    Adoro teus looks, são suuuper inspiradores pra mim.
    E me identifiquei demais com esse post, sou um pouco baixinha (1,59 =\) e canso de ouvir algumas amigas minhas pegado no meu pé pq eu simplesmente ñ sou mt chegada em um salto. Pra mim é meio complicado me equilibrar e se manter intacta em cima de um salto… rs
    Não sou do Rio, mas moro em Recife e acho q o calorzinho daqui é bem parecido com o daí, por isso também ñ dispenso um chinelo hehe

    E também não troco uma boa sapatilha por salto nenhum nesse mundo 😀

    bjão Ana :*

    1. Ana Carolina respondeu Izabela Melo

      Fala pras suas amigas que vc sabe o que quer! 🙂

      Beijão!

  59. Monica comentou:

    Ana

    Arrasou nesse post como sempre né?
    Adoro vc e seu blog. Voces me ajudam muito.
    Grande beijo

  60. Danielle comentou:

    Oi Ana! Eu também não sou adepta do salto no dia-a-dia. Sou um mulher real, ando de ônibus, metrô, dou aula e por isso fico em pé boa parte do dia. Sem condições… Prefiro o conforto das sapatilhas, e em alguns dias (de bom humor, rs), a beleza clássica do salto. bjs

  61. MARCELA DE VASCONCELLOS comentou:

    Eu adoro salto alto, tenho uma ou duas sapatilhas por vez no armário. mAs isso é sonho de criança, de achar lindo mulheres de scarpin (tanto é que uso essa benção de sapato esteja ele ou não na moda).
    Tinha uma mulher na minha rua, Natasha, que fazia a vizinhança toda ir pra janela quando passava. Não lemrbo o que ela fazia da vida, só sei que a bicha andava de tailleur e scarpin todo santo dia e eu babava litros nela.

    MAs devo dizer que não sou louca, trabalho no Mercado São sebastião aqui na Penha e antes disso trabalhava no centrão do Rio, perto da candelária. No centro o tormento eram as malditas pedras protuguesas e pressa de chegar no RB1 em 3 minutos. No Mercado São Sebastião são as ruas maltratadas por carretas imensas que destroem o asfalto. A solução é ir e voltar de sapatilha, não vou inventar uma entorse de tornozelo por vaidade.

    Se estiver chovendo tiro meu único tênis do armário (um all star douradinho, pq não dá pra ser tããão básica assim) e vou.

    Se tiver que ir ao shopping vou de havaianas, short e camiseta e sem make. E tô pouco ligando pros olhares.

    Acho que falta mais auto permissão…me permitir ser linda e confortável, me permitir sair sem make, me permitir sair sem salto, me permitir ser 2 quilos mais gorda, me permitir gostar de scarpin…

    E como diz meu chefe: Se não gostou é so pagar minhas contas, isso dá automaticamente o direito de opinar e decidir o que fazer da minha vida!!!rsrs

    Beijo e nunca deixe de se sentir linda. O restó é o resto.

    1. Ana Carolina respondeu MARCELA DE VASCONCELLOS

      Tb acho que falta as pessoas se permitirem mais, sem tanto receio dos outros, Marcela! Um beijo carinhoso

  62. Lilian comentou:

    Adorei o post, penso da mesma forma nao sou muito baixinha mas não dispenso meus tenis…rssss…

    bj

  63. Myla comentou:

    Acho salto lindo, fico com vontade de comprar, mas não é pra mim também!
    Gosto de uma boa sapatilha e o velho e bom tênis ahhahaha sou baixinha, mas não consigo usar saltão. Já acostumei. Engraçado que quando eu era mais nova, acho que usava mais saltinho por aí.
    Tenho 2 sapatos de salto no meu armário e só! E nem uso, só pra festas e tal, vou ver se boto pra jogo também pra não ficar parado!!
    Bjosss

  64. Lídia Rayanne comentou:

    ótimo post, Ana!
    Também sou baixinha, tenho 1,54 de altura, mas prefiro mil vezes minhas sapatilhas do que usar saltos! Não tenho vergonha da minha altura e dependendo do modelo, as sapatilhas deixam o look elegante tbm. Até pq são bem mais prática e confortáveis 😉

  65. Ana Carolina comentou:

    AMEI todos os comentários! Valeu, meninas! 😉

  66. Bárbarah Santiago comentou:

    Opa Ana!

    Fiquei uns dias sem internet e fiz questão de voltar e ver todos os pots até onde eu parei… início de março! aff qt tempo!

    Qd vi seu blog pela primeira vez me identiquei completamente com seu estilo e qd mostrei pra minhas amigas e famimilares todos os comentários foram: Barbih pode copiar todos os looks, pois é totalmente seu estilo! rsrs

    Tá não vou sair copiando tudo ,mas é tudo muito inspirador… Só tem um problema, trabalho em um instituição financeira (apesar de ser estudante de comunicação e sonhar em trabalhar assim… leve, livre e solta) meus looks devem ser sempre formais (até demais) e com um salto para completa rsrs r… Concordo que para o dia a dia uma sapatilha resolve tudo, por isso estou sempre dando uma de loka e coloco uma sapatilha … Vou te mandar um fotinnha pra divulgar aí..

    Tirando que vou para facul depois do trabalho,e quando estou de salto, passo a mão no me chinelinho… Vou com meu chinelo havaianas… aquele azul com branco, o primeiro, o original, aquele mesmo bem baratinho! Lindo…

    Parabéns pelo seu trabalho, pois acredito que não devemos ser escravas da moda, nem tão pouco apegarmos apenas às marcas caríssimas ,afinal o que queremos são looks criativos, confortáveis e lindos… e você provou que isso é possível pagando pouco!

    Saiba que apesar de seu público ser, em sua maioria, do Rio, tem muita gente aqui de BH acompanhando seu cotidiano… Qd vier fazer compras na Feira Hipe chame toda a trupi de BH!

    Abraços!!!!!

    1. Ana Carolina respondeu Bárbarah Santiago

      Oi Bárbarah! Tenho fé q vc vai conseguir trabalhar livre e solta, mas aproveita tb essa oportunidade! Adorei o seu depoimento, mesmo. Quando for a BH vamos fazer a caravana da Feira! hahaha!

      Adorei vc ter tirado o atraso do blog. Quanto carinho e que honra servir de inspiração!

      Beijão!

  67. Li e li !!!!!!!!

    Só tenho dois pares de sapatilha e quase não as uso. Salto pra lá, salto pra cá.. eu só uso salto alto e, confesso, a sexta-feira chega e minhas pernas já estão implorando por descanso.

    Hoje estou usando uma sapatilha que comprei (por R$40,00) na Styllus e que é suuper confortável, mas quase não a tiro do armário… trabalho de salto alto e vira e mexe, ouço comentários do tipo:” Nossa, não sei como você aguenta trabalhar doze horas em cima deste salto… ”

    Meu trabalho exige um pouco de formalidade nas roupas, não muito, mas é bom estar alinhada. rs
    E sou baixinha de 1,64cm (!!!), então, sempre acho que estou achatada. Dae, o amor pelo salto alto.
    Se eu estiver experimentando um par de saltos e um par sem salto, e só puder comprar um dos dois, normalmente escolho o com salto. Nem penso.

    Ando muito de ônibus, não tenho carro… é difícil encarar os paralelepípedos do RJ, em cima de um salto monstro. Fora que perdemos um tempo precioso, só desviando do espaço entre as pedras, dos passantes que estão mais apressados que o trem do metrô e o resto do mundo. rs

    Agora vou passar a olhar, com outros olhos, as sapatilhas, depois de conferir que é possível ficar bonitona com os pés no chão, literalmente.
    Adorei o post!

    1. Ana Carolina respondeu Beth Nobrega

      Beth, tb tenho 1,64m e nós não somos baixinhas! O padrão da mulher brasileira é o nosso, então somos estatura mediana. Eu uso e abuso de sapatilhas, o efeito visual da roupa é que garante o efeito alongador! Beijos e se joga no conforto! 🙂

      1. hahahahaha né?
        Tô mudando o conceito e aprendendo também. Andei namorando* uns pares bem lindinhos. Hoje, por exemplo, estou de blusa de oncinha, saia (acima dos joelhos), blazer e sapatilha. Ficou super gracinha e daqui, eu vou bater perna no calçadão tranquilona… nossa, tô me sentindo bem pra caramba. rs

        Beijão.

        1. Ana Carolina respondeu Beth Nobrega

          Beth, que bom. O importante é a gente se sentir bem sempre – seja no salto ou na sapatilha. beijos!

  68. Patricia comentou:

    Amo sapatilhas e sou adepta delas mesmo antes de se tornarem populares. Não há nada melhor e mais lindo. E olha que sou baixinha, juizforana e moro em Goiânia. Mas consegui não engatar na ditadura dos saltos!

    1. Ana Carolina respondeu Patricia

      muito bom, Pat! 😀

  69. Oi Ana!

    Sou de BH e concordo com você: mineiras usam salto até pra dormir.

    Não sou uma delas porque assim como você tenho dores horrendas, só que no joelho, mas quando é preciso subo num salto porque a elegância pede!

    Mesmo assim, não troco minhas sapatilhas por nada! E, quanto ao tal sapato da Santa Lolla, na época em que esse bendito estava ‘na moda’ eu fiquei louca querendo um exatamente de tanto ouvir que era confortável… tive uma experiência estranha só de experimentá-lo: primeiro me senti um travesti, e olha que eu tenho 1,67 de altura…devia, a segunda coisa estranha foi tentar andar com ele e me equilibrar ao mesmo tempo.
    Surreal, admiro quem consiga!

    Acho seus looks um mimo, a gente sente que você se conhece e preza muito pelo conforto sim, mas nada que beire ao desleixo! Existe um capricho pra escolher as peças e um cuidado enorme em fazer o blog!

    Um beijo grande!

    1. Ana Carolina respondeu Juliana Maria

      Obrigada, Ju! E ri com o “mineiras usam salto até pra dormir”hahaha! Beijoca

  70. Helô comentou:

    Oi, Ana.
    Primeira vez no seu blog. Parabéns, tudo lindo e as fotos então… vc é muuuuuiito fotogênica.
    Sou apaixonada por fotografia e acho q vc fotografa super bem.
    Mas, então, tb sou carioca mas ao contrário da maioria aqui, me sinto super bem de salto.
    Acho que tem a ver com a criação mesmo; sou a mais nova das minhas amigas de infância, uma irmã suuuper mais velha, mais nova das minhas primas então, sempre via todas elas de salto e acabei me acostumando a usar desde novinha.
    Se o pé dói? horrores, mas é um doido acostumado entende? rsss
    Sempre fiz cara feia pras rasteirinhas e sapatilhas e só nesse último verão é que me dei a oportunidade de experimentar.
    Claro que nem tem comparação! comprei de cara uns 3 modelos diferentes, inclusive prá sair a noite com paetês e tal.
    Mas… fico sempre com a sensação de que um salto ficaria bem melhor. rsss
    Até as minhas botas tem salto, do fino ao plataforma. rss
    Mas, qndo digo ‘bem melhor’ não tem a ver com a produção mas comigo, entende? rss
    E como a idéia é vc se sentir bem consigo mesma, prefiro sair e ficar hs com os pés doendo por causa de um salto a sair de rasteirinha e me sentir mal. rsss
    Vai entender…
    beijo grande.

    1. Ana Carolina respondeu Helô

      Oi Helô! Que bacana a sua observação, obrigada! Sim, não importa se é de salto ou sapatilha: temos que nos sentir bem, sempre!

      Beijos!

  71. Bruna comentou:

    Ana, sou baixinha e fujo dos saltos altos, não acho confortáveis para passar o dia trabalhando e ainda chegar em casa com pique para ser mãe. Como trabalho em um ambiente formal, procuro usar sapatilhas com um leve saltinho ou anabelas leves com salto médio. Já comprei sapatos com saltos enormes que ficaram mofando no meu armário, obsoletos. São lindos (uma peep toe preta de veludo e um scarpin nude com salto largo, mas muito alto). Já doei muitos sapatos de salto que comprei e quase nunca usei. Aqui em Natal, onde moro, as mulheres se produzem muito para ir a qualquer lugar. Numa volta pelo shopping, a maioria das mulheres está de salto, eu não gosto, acho que temos que priorizar o conforto, mas sem perder o charme e o estilo.

    Adorei o seu post!
    Bjos.

    1. Ana Carolina respondeu Bruna

      Conforto sempre! Isso é o mais importante na nossa vida – seja de salto ou sapatilha! 🙂

  72. Mariane comentou:

    Fico muito curiosa de saber como é a sua organização de roupas, mas principalmente de sapatos. me mudei há pouco e vivo uma crise em busca da sapateira perfeita, que otimize espaço e caiba todos os meus sapatos. Podias fazer um post compartilhando a sua, o que acha? 😉
    brigada!!

    1. Ana Carolina respondeu Mariane

      impossível, Mariane! Meus sapatos são uma bagunça só, não tenho espaço pra sapateira. 🙁 Beijoca

  73. Déia comentou:

    Ana,
    Ameeeeei teu blog, conheci hoje.
    Dicas de roupas com preços bacanas (o contrário de muitos blogs por ae, hehe).
    Concordo 100% com teu post.
    Sou gaúcha, mas meu marido também é de Juiz de Fora (conheço uma pessoa que se mudou de lá para Macaé e disse: “sobrou salário no fim do mês, percebi que em JF o salário acabava indo para a produção do trabalho.” (ou seja, como trabalhava com comério, gastava demais com o cotidiano, só para se manter na média das mulheres de lá).
    Hoje moro em Brasília – DF (lugar das sapatilhas e slippers! Viva!!), mas já morei em Guajará-Mirim _ RO (local das rasteiras…), em Salvador – BA (variado) e no Rio.
    Até o estilo de roupa muda de cidade para cidade… rsrs
    Parabéns, mais uma vez pelo blog!

  74. Oi, imagina, eu aqui, meses depois de todos os posts, mas quero deixar minha opinião. hehe. Sou paulistana, moro hoje em Guarujá “litoral de SP”, Sou Assessora de comunicação, na áreas de Turismo, Gastronomia, Moda e Sustentabilidade. No inicio dos anos 80, quase ontem… kkkkk. Fui morar aí no Rio, quando na época, trabalhava em cima do salto, eu e mais 100% na mulherada, na época, entre outras , Czarina era O Sapato. E lá ia eu, para o SBT, onde fazia produção, desfilando em meus saltos agulha. Hoje, nem consigo me imaginar.Pois bem, me mudei para a cidade maravilhoso, e aí, eis que pelas ruas, rasteirinhas, sapatilhas lindinhas, rasteirinhas com solado em corda, enfim, delicia, resolvi adotar, afinal, estava no Rio. Tempinho depois, tive uma tendinite feroz, claro, pisava com a planta dos pés, e de repente, comecei a pisar com o calcanhar. Ok, tratei, e fui aos poucos me adaptando, e com o tempo deu tudo certo. Certo??? Bom, desde então passei a usar salto vez por outra, apesar de ter uma coleção, mas assim como você, moro no litoral, e meu dia a dia permite, que eu também use muito, sapatilhas, tênis, flats e até chinelos, mas para quem precisa estar em cima do salto, todos os dias, o melhor mesmo, é escolher muito bem, e sem pressa, para não comprar sofrimento, ou jogar dinheiro fora. beijinho.

  75. Anah comentou:

    Anaa…

    Sou de Brasília, e assim como você também não tenho carro ando de ônibus, as vezes pego o metrô. Meu dia a dia é rasteiras e sapatilhas. Uso tênis também! Mas as vezes quando pego o ônibus cedinho pra ir á faculdade, vejo tanta mulher de salto!! Mas salto tipo esses quando a gente sai a noite pra dançar. Acho de uma coragem imensa kkk… Ás 5 da manhã, não consigo ter esse pique. bju.

  76. Ana, eu sou adepta das sapatilhas, tenho várias, cores diferentes e estilo diferentes. Concordo que o salto da um up de elegância em algumas produções, como uma calça skinny surrada com camiseta básica. Mesmo assim na correria do nosso dia a dia ainda prefiro as boas e confortáveis sapatilhas.

  77. Darleine comentou:

    Oi Ana,adoro seu blog,virou mania,eu o visito todos os dias!Não sou carioca,sou de São Paulo.Sou baixinha e seeempre adorei salto! rsrsrs
    Então adorei o look com o peep toe!Abraços!!!

  78. Ligia comentou:

    Adorei a postagem!!!!
    Eu passei a usar sapatilha quando comecei a encontrar modelos mais larguinhos na frente (muita alegria!), pois até um tempo atrás só encontrava modelos que machucavam muito meu pé, pois eram estreitas demais pra mim. Só andava na base da rasteirinha, chinelo e tênis. Viva a diversificação do mercado! hahahahah

  79. Bom Dia !!!!
    Gostei muito, parabéns.
    Em um ambiente informal , muitas mulheres gostam de compor seus looks com calçados femininos de salto alto, porém, em certos dias elas preferem uma sapatilha estilosa e que proporcione conforto para seus pés e que convide a mulher a um caminhar mais prazeroso e sem aquelas dores que surgem quando se usa um calçado feminino de salto alto por muito tempo. As sapatilhas não são só uma opção confortável para os pés femininos, mas também uma tendência da moda. Aproveite para investir em calçados femininos FLATs como as sapatilhas, além do conforto elas são um show de requinte e glamour , vários modelos e estilos e seus looks com certeza são compostos de muito bom gosto.