Moda praia que representa

Ano passado fizemos uma lista de lojas de moda praia com maiôs e biquinis diferentes, sem seguir muito o padrão modelo cortininha + estampa tropical. Atualizamos para 2019 a lista, que além de ter modelos diferentes, estão mandando muito bem nos seus posicionamentos e na representatividade, principalmente na máxima “para ter um corpo de praia, basta botar um biquini e ir à praia”. Sem essa de modelos de barrigas chapadas e brancas padrão europeu para representar a mulher vida real (inclusive nos precos!).
Quem tiver mais indicações, usem a caixa de comentários que atualizaremos esta lista! 😀

NEPTUNIA

A marca paulistana tem modelos simples, mas universais e atemporais, que vestem todos os corpos e estilos, tornando as peças versáteis inclusive da praia à cidade. Os preços praticados são bem justos e acessíveis comparados a outras marcas.
Site
Instagram
Captura de Tela 2019-01-22 às 13.56.47
m_frente

Marca de Biquini

Além do nome genial, a marca se propoe também a fazer modelos para todas, também na linha minimalista, inclusive nas cores, com peças lisas, atemporais, cortes simples, mas que vistam com conforto.
Site | Instagram
11 98415 3684
viviane.david@marcadebiquini.com.br
Rua Barão do Bananal, 804, apto 22, Vila Pompéia, São Paulo, SP – Cep 05024000
marca-de-biquini

Flee

A marca cearense foi criada por engenheiros do ITA (!!), uma designer e uma educadora com a proposta de levar para além as ideias de liberdade e conforto na praia. Minha observação é que as modelos do instagram, cheias de representatividade e empoderamento, não condizem com as modelos do site, que, nada contra, mas são o padrão. Poderiam alinhar esse conceito, heim? Adorei a foto da moça deficiente, já que quando falamos justamente de representatividade, esse grupo é notoriamente esquecido.
Site | Instagram
flee

CAJUPRAIA

Não sei onde achei essa – das andanças pelo instagram –, mas achei o conceito bacana, fotos legais, com cores bonitas e modelos de peças simples, mas com detalhes bonitos. As vendas são por DM do instagram, assim como valores.
Instagram
cajupraia

ARO

Sobre a Aro, copio aqui parte do manifesto delas sobre Corpos Reais: “A ideia é criar um projeto de valorização do corpo feminino em suas mais diversas formas, indo na contramão dos padrões inatingíveis de beleza ocidental, ainda mais cruéis quando usados para marketing de produtos de linha praia e lingerie. O conceito da representatividade de corpos não padrão sempre esteve presente em toda a comunicação da nossa marca. Desde o princípio, buscamos usar nós mesmas e nossas amigas como modelos. Quilos a mais, celulites, estrias ou marquinhas nunca nos incomodaram. Muito pelo contrário: gostamos de mostrar nossos modelos e ver que pessoas com corpos parecidos conseguirão se enxergar dentro das peças sem ter que usar muita imaginação.”  Vão até o GG, que veste 48/50.
Site | Instagram
DSC1009_1024x1024
FSF_0955_B-2

RUSH PRAIA

A marca de Olinda não é barata – acho que é dos mais caros que indiquei aqui –, mas aplaudo a iniciativa de colocarem modelos magras e gordas para cada peça à venda no site, para que mulheres se enxerguem cada vez mais nas peças e possam assim observar o caimento em outros corpos, os corpos reais.
Site | Instagram
Endereços físicos em Recife e João Pessoa
rush
 
Continuo indicando todas as marcas desse post que fizemos ano passado, que inclui também marcas de moda praia plus size. Acessem para complementar a lista!

Compartilhe nas redes sociais
pinterest: pinterest
tumblr:
google plus:

Comente pelo Facebook

Comentários pelo blog

12 comentários

  1. Julie B. comentou:

    passei anos convencida de que não gostava de praia e piscina como uma forma de me proteger de estar nesses ambientes que deixam o corpo tão pra jogo. no fim de 2017, tive uma epifania, fiz as pazes com esse lado e tou amando praia e piscina, ainda que não more mais perto de uma pra ir sempre.

    queria dizer pras meninas que não têm corpo padrão (eu sou uma G/44 com muita coisa fofa e pulante e pendurada no corpo) que NÃO DESISTAM de se jogar nesses ambientes, se vocês gostarem. deem uma procurada pra achar seu biquini ou maiô pra te acompanhar., vai valer a pena. entendi que biquini de 29 reais a peça, em fast fashion, não é pra mim (infelizmente, porque gostaria muito de peças nesse preço amigo). a lycra é molinha, não segura nada, me olhava no espelho e me achava um bucho. com paciência, até nessas lojas eu consegui garimpar coisas legais. depois, achei a minha loja de biquinis aqui em brasília e me aventurei em calcinhas menores atrás e um modelo cortininha com bojo.

    a loja é a @terramarear (fica na 108 norte, brasília) e eles têm modelos de tamanho até GG. eles também fabricam seu biquini se você curtir uma cor ou estampa que não tem no seu tamanho (não sei se fazem sob medida, vale perguntar via direct no instagram).

    uma dica que me deram lá e MUDOU A MINHA VIDA, pra quem quer usar calcinhas menores atrás mas briga com sua barriga (a minha é basicamente o que eu menos gosto em mim, porque ela fica pendurada): experimente vestir a calcinha ao contrário, o fundo pra frente e a frente pra trás. aí fica mais cavada atrás e mais composta na frente.

    comprei também dois maiôs da serpentines (https://www.serpentines.com.br/), pra usar como body. achei as estampas um escândalo e o maiô foi aprovado pra usar e dançar muito num show do é o tchan (usei com short e sem soutien, mais uma evolução). essa é uma marca de salvador (comprei pela internet) e vai até GG.

    1. ana paula respondeu Julie B.

      Uiaaaa, vou procurar essa de Salvador!

      1. Julie B. respondeu ana paula

        me falaram de uma loja em salvador chamada biquínis caffé canela. nunca fui, mas quero fazer uma visita e ver o que acho das coisas de lá. o ig deles é @biquiniscaffecanela, e tem loja física no rio vermelho.

  2. Julie B. comentou:

    passei anos convencida de que não gostava de praia e piscina como uma forma de me proteger de estar nesses ambientes que deixam o corpo tão pra jogo. no fim de 2017, tive uma epifania, fiz as pazes com esse lado e tou amando praia e piscina, ainda que não more mais perto de uma pra ir sempre.
    queria dizer pras meninas que não têm corpo padrão (eu sou uma G/44 com muita coisa fofa e pulante e pendurada no corpo) que NÃO DESISTAM de se jogar nesses ambientes, se vocês gostarem. deem uma procurada pra achar seu biquini ou maiô pra te acompanhar., vai valer a pena. entendi que biquini de 29 reais a peça, em fast fashion, não é pra mim (infelizmente, porque gostaria muito de peças nesse preço amigo). a lycra é molinha, não segura nada, me olhava no espelho e me achava um bucho. com paciência, até nessas lojas eu consegui garimpar coisas legais. depois, achei a minha loja de biquinis aqui em brasília e me aventurei em calcinhas menores atrás e um modelo cortininha com bojo.
    a loja é a @terramarear (fica na 108 norte, brasília) e eles têm modelos de tamanho até GG. eles também fabricam seu biquini se você curtir uma cor ou estampa que não tem no seu tamanho (não sei se fazem sob medida, vale perguntar via direct no instagram).
    uma dica que me deram lá e MUDOU A MINHA VIDA, pra quem quer usar calcinhas menores atrás mas briga com sua barriga (a minha é basicamente o que eu menos gosto em mim, porque ela fica pendurada): experimente vestir a calcinha ao contrário, o fundo pra frente e a frente pra trás. aí fica mais cavada atrás e mais composta na frente.
    comprei também dois maiôs da serpentines (https://www.serpentines.com.br/), pra usar como body. achei as estampas um escândalo e o maiô foi aprovado pra usar e dançar muito num show do é o tchan (usei com short e sem soutien, mais uma evolução). essa é uma marca de salvador (comprei pela internet) e vai até GG.

    1. ana paula respondeu Julie B.

      Uiaaaa, vou procurar essa de Salvador!

      1. Julie B. respondeu ana paula

        me falaram de uma loja em salvador chamada biquínis caffé canela. nunca fui, mas quero fazer uma visita e ver o que acho das coisas de lá. o ig deles é @biquiniscaffecanela, e tem loja física no rio vermelho.

  3. Letícia Garcia comentou:

    Menina Style. Olinda.

  4. Letícia Garcia comentou:

    Menina Style. Olinda.

  5. ALINE SOUZA CANTEIRO comentou:

    Puxa.. Até nas lojas alternativas é dificil achar um bikini com a parte de cima ‘tipo top’ de academia…

  6. ALINE SOUZA CANTEIRO comentou:

    Puxa.. Até nas lojas alternativas é dificil achar um bikini com a parte de cima ‘tipo top’ de academia…

  7. Leticia Ferreira comentou:

    A ChocolateBrazil funwear de Porto Alegre tem peças maravilhosas. Muitas até o EG.

  8. Leticia Ferreira comentou:

    A ChocolateBrazil funwear de Porto Alegre tem peças maravilhosas. Muitas até o EG.