5 coisas que não uso mais

Tenho recauchutado alguns assuntos do blog no instagram, conteúdos de 11 anos que eu estou relendo e dando uma nova roupagem ao tema. Nessa pesquisa, observei também váááários looks antigos meus e comecei a fazer uma análise crítica, não de deboche, mas de observar como fui peneirando muito mais minhas escolhas a partir do que eu realmente gosto de usar e me identifico.

Na época eu usava várias coisas modinha para montar looks aqui, era muito pro blog mesmo, ou então ficarem esteticamente mais interessantes (pra isso eu abusava de saltos), ou comprava algo barato só pelo preço mas não conseguia entender porque não conseguia usar…vários equívocos que fizeram parte e hoje eu não repito mais, ainda bem! hahaha!

Vamos às cinco coisas que eu definitivamente, não uso mais ou evito mesmooooooooooo!

Salto alto

Eu usava muito para as fotos, não que eu fosse trabalhar com sapato de salto – e eu contava isso nos posts, que eu dava o truque. Achava que os looks ficariam mais elegantes com salto, essas coisas. Eu realmente manteria em alguns, mas não brinco nem mais de ficar de salto só para parecer elegante nos eventos. Ou uso uma flatform, ou uma espadrile, mas no geral, salto baixo é amor, é saúde, é conforto e eu não quero mais dar pinta em detrimento de sentir dor nos pés.

desafio-matilda-3-3

Poliéster

Não que eu não use o que tenho aqui desse tipo de fibra têxtil, mas, definitivamente, evito mesmo. Não gosto mais do toque, nem do caimento e nem sinto saudades do calor que eu passava com essas peças, hahaha!

4mares-cea-ana-soares-7

 

Sutiã com bojo

Esse vestido mostra bem como eu só usava sutiã com bojo/enchimento e esse caimento que ele faz na roupa, sinceramente…não. Achava meu peito pequeno – e ele é, mas eu amo e acho lindo o formato dele hoje em dia! Aboli completamente os sutiãs, aliás, priorizando o conforto e foi a melhor decisão da vida.

Ah, e olha eu de saltão aí! Nãoooo, certamente estaria de tênis se fosse hoje, hahaha!

vestido-stella-bicolor-5

Roupas com estilo romântico

Já até comentei sobre isso, mas na época desses looks (idos de 2009-2010), havia uma tendência de estilos mais românticos nas lojas, com rendas, ombreiras fofas, estampas miúdas e delicadas, peças fluidas, cores mais lavadas.  Eu tinha muita dificuldade de usar essa saia, por exemplo, mas não sacava o por quê. Hoje eu compreendo mais sobre as minhas cores e meu estilo, que não combinam em nada com esse suspiro adocicado desses looks, hahaha!

podecopiar-hojevouassimoff

11052011

Sim, eu tinha o mesmo modelo de casaqueto em duas cores diferentes :/

Saias longas e Vestidos longos

Por fim, saias e vestidos longos. Não consigo mais! Também foram peças super na moda na época e, sinceramente, não rolam mais pra mim, não acho que combinam comigo. Saias midi continuo amando, mas longas…bom, guardei as duas remanescentes que eu ainda consigo fazer alguma graça, mas confesso que não sinto a menor vontade de usá-las, então também devem ir pro desapego.

saia-jaqueta-3

vestido-longo-6

E vocês, conseguiram criar critérios para evitar repetir os erros do passado ou que não tem mais nada a ver com seu estilo hoje? hahaha!

Compartilhe nas redes sociais
pinterest: pinterest
tumblr:
google plus:

Comente pelo Facebook

Comentários pelo blog

13 comentários

  1. Eliana comentou:

    Muito bom, como sempre! Me identifiquei.
    Só não deixei de usar saias e vestidos longos, adoro, me sinto confortável e bonita.💃🏼
    E estou começando um descarte de roupas apertadas ou muito justas. Percebi, depois de muitos anos, que não me sinto “alegre”…(Marie Kondo 😉)
    Aprendizados…
    Bjs

    1. Eliana respondeu Eliana

      Também não estou mais usando pintar os cabelos, liberdade para os brancos!
      ☺️

      1. Monica Bramorski respondeu Eliana

        Ainda quero chegar lá! Tentei esses dias, mas ainda não rolou… 😉

  2. Clézia comentou:

    Ultimamente tenho tido mta dificuldade de comprar roupas, só acho roupa curta, cheia de fendas, buracos, barriga a mostra kkk. Não que eu queira me vestir como uma freira, mas sei lá são roupas que mais parecem de bailarina de bandas (sem ofensas), pois parecem roupas de um show e não do dia-a-dia. Esses dias meu noivo foi me presentear com uma roupa no meu aniversário, rodamos o shopping inteiro, eu queria um shorts de alfaiataria e uma blusa básica, só achei shorts de malha, jeans curtíssimos e blusas cheias de fendas ou croppeds mostrando a barriga, saí bem frustrada e sem presente kkk. Estou realmente precisando achar roupas mais básicas, estilosas e que combinem com o meu momento (37 anos recém completos), não me sinto mais a vontade de usar certas roupas, lógico que não quero cagar regra p ninguém, cada um usa o q te faz bem e feliz, mas tá osso encontrar marcas com tecidos bacanas, bom corte e caimento, parece tudo mais do mesmo.

    1. Emilia respondeu Clézia

      Da uma olhada em marcas como Luiza pannunzio (atelier lp) e Geórgia halal . Tem muita alfaiataria básica pro dia a dia.

  3. Monica Bramorski comentou:

    Definitavamente: saltos e sutiã com bojo! Nunca mais. Tamo junta migaaa!!! 😀
    Acrescento ainda calças de cintura baixa (cruzi credo pra mim!) e flare beeeem boca de sino. Não consigo mais.

    1. Eliana respondeu Monica Bramorski

      Aqui tb esses modelos de calça não mais.

  4. Poliana comentou:

    Blusa de gola alta ou muito fechada no peito não rola.
    Saia muito curta… to abolindo aos poucos.
    Babados não rolam também.
    Alcinha idem.

  5. Crystal comentou:

    Li seu post Ana e lembrei de muitas coisas que também deixei pra trás ao longo dos anos. Me identifiquei muito com o seu abandono das peças mais românticas (o que aconteceu naquela época pra todo mundo usar saia rodada de cintura alta e ombros bufantes? ahahha). Não vou mentir, ainda amo uma sapatilha, mas gosto de combinar ela com roupas mais modernas, que têm mais a ver com meu estilo hoje. Também lembro que usei muita saia longa, meio hippie, e cores pastéis. O tempo passou e, com o amadurecimento, veio essa segurança maior de ser quem eu sou, sem ligar tanto para tendências e as cores da moda. Vejo que fazia muito isso, usava porque era moda, porque tava na vitrine, porque queria ser igual aos outros. Hoje me visto para mim mesma e isso me garante estar livre de me ver com roupas em que eu me sinto mega desconfortável em usar. Bjão!

  6. Mari comentou:

    quase não uso salto, tbm evito poliéster.
    saia longa eu gosto, protege a perna e é arejado e confortável ao mesmo tempo, mas eu compro vestidos com visual de bruxa/minimalista em vez de hippie q não combina cmg.
    o que eu não consigo desacostumar é sutiã de bojo, eu ainda estranho mto o caimento da roupa sem o bojo. só consigo ficar sem com camisetas larguinhas

  7. Dri comentou:

    Salto já aboli faz tempo.
    Sutiã de bojo também, mas o básico ainda preciso pra certas roupas.
    Poliester desfiz da última blusa a poucos dias (só de lembrar do cheirinho dela me arrepio).
    Sobre os cabelos brancos que estão chegando aos 43, vão ficar por aqui viu…

    Sobre sua jaqueta jeans que aparece na foto, tenho uma faz mais de 12 anos e tá zerada, pronta pra esse outono!

  8. Monica comentou:

    Aboli definitivo: poliéster (me desfiz de tudo o que tinha e não compro mais nem a pau!) e calça jeans. O resto eu adooooro: salto alto, saia longa, soutien sem costura e sem aro, mas com bojo… beijo pra todo mundo 😘

  9. Emilia comentou:

    Eu to numa vibe bem
    Parecida Ana. Não uso mais salto. No meu caso nem mesmo salto baixo. Me dava dores horríveis não só nos pés
    Mas irradiava pro corpo todo me
    Deixando arrasada. Sobraram 2 sapatos com saltinho pra ocasiões muito especiais. Não aboli ainda o bojo porque tenho varios soutiens assim então vou usando até acabar. Mas to no processo. Não uso mais sapatilha e roupas fofas. Sapatilha troquei por mocassim. Também não uso mais nada desconfortável.