Achadinhos versão passeio nas lojas – em SP!

Na semana anterior passei alguns dias em São Paulo a convite da Riachuelo pra conhecer os bastidores da matriz da mega empresa, a gravação do comercial de dia dos namorados e ainda saber mais sobre a loja da Oscar Freire e as próximas que vão abrir nesse formato.

Como eu já tinha feito esse formato de post antes (link aí embaixo!) e achei um aprendizado como profissional de marketing (tenho pós na área!), arrisquei que seria bacana contar pra vocês. 🙂 Foi ótimo para aprender mais sobre toda a estratégia da marca ao longo dos anos para posicioná-la como uma marca jovem e dinâmica, que patrocina até semanas de moda.

riachuelo-oscar-freire

Há alguns dias eu mostrei algumas lojas aqui no Rio, a C&A e a Marisa que ficam em pontos nobres e têm peças mais selecionadas, VM (visual merchandising) diferenciado, com lojas mais amplas, claras e iluminadas, araras com produtos mais espaçados entre si, funcionários mais atenciosos, etc. No final do ano a Riachuelo também vai abrir em Ipanema e mais uma, maior ainda, na Av. Paulista, em SP, e as lojas vão seguir os mesmos moldes da Oscar Freire. Claro que me chamaram também para passar por essa experiência e dividi-la com vocês!

Eu já conhecia a loja da Oscar Freire, mas conversei mais com a gerente que contou que ela não foi criada para dar lucro necessariamente. A ideia principal é mostrar se antenada com diversos tipos de clientes, a promoção da marca, gerar mídia espontânea para o grupo e reforço nas estratégias de posicionamento, incluindo a nova identidade visual. Para vocês terem uma ideia de como essa fórmula dá certo, a Forever 21 já está se movimentando para abrir outra loja na mesma rua, um dos pontos mais nobres de SP.

riachuelo-oscar-freire-2

O que pesquei de interessante para nós, consumidoras finais: eu já achava mesmo o atendimento da Riachuelo muito bom (outra que gosto muito é a Renner), mas na loja da Oscar Freire eles recebem constantemente informação de moda e desfiles, são estudantes de moda e treinados constantemente para dar atenção a todos que entrarem.

riachuelo-3
Andressa, que foi convidada também, eu e a Luitha, que é Riachuelo fashion girl! Queridas!

A loja é linda, super bem decorada, com provadores bem iluminados e realmente o pessoal pergunta toda hora se você está precisando de algo. Não fica ninguém controlando com fichas no provador e os funcionários buscam alguma peça se você pedir. O mais legal foi saber que reservam as peças por mais tempo caso o cliente precise e fazem qualquer tipo de reforma. Qualquer uma mesmo: desde ajustes e bainha a acertos de mangas, ombros, diminuir ou aumentar, enfim. E sem ônus para o cliente.

Hoje em dia é tão difícil encontrar lojas que ofereçam reformas sem cobrar que achei uma boa vantagem! 🙂

Algumas roupas eu achei caras pra minha pessoa, kkkk, como o blazer de 140 reais que eu amei mas não trouxe porque eu já tenho vários e o casaquinho de tricô que eu peguei (109,90). Mas tinham outras com preço bem tranquilo, como a t-shirt de gatinhos por 29,90 (não fotografei porque já está lavando, rs) e a calça por 69,90. O macaquinho preto com renda nas costas saiu a 89,90.

riachuelo-2

Acho muito interessante as grandes magazines se colocarem em pontos considerados mais elitizados, oferecendo roupas com informação de moda e mais acessíveis (pelo menos em relação aos valores que o pessoal dos bairros bacanudos está acostumado!), como se realmente as barreiras estivessem acabando, com novos mercados em potencial e estratégias de vendas.

Só que seria melhor pra gente se o varejo inteiro tiver que se movimentar para aliar mais preços competitivos com produtos com qualidade. Ainda acho os preços em geral (de tudo!) numa crescente que eu não consigo acompanhar – e isso serve para a gente pensar cada vez mais antes de sair comprando.

*o blog foi a convite e compartilhou sua opinião sobre a experiência

Compartilhe nas redes sociais
pinterest: pinterest
tumblr:
google plus:

Comente pelo Facebook

Comentários pelo blog

13 comentários

  1. Maíra comentou:

    Eu já fui na Richuelo da Oscar Freire e realmente, ela é tudo isso mesmo. Assim como a C&A do Iguatemi. Lindas, organizadas, um ambiente que da vontade de provar, procurar e comprar roupa. Agora sabe o que me incomoda um pouco? Me sinto “traída” como consumidora. Porque se, “a geral” que mantem essas marcas, porque só “as ricas” tem uma loja descente e organizada?! Tenho a sensação de que o consumidor “original” não mereça uma loja bonitinha já que deve comprar por ali de qualquer jeito, então tanto faz. Agora o novo e endinheirado consumidor, que precisa ser convencido, mereça. :/

    1. Ana Carolina respondeu Maíra

      Isso me incomoda também! Mas sabe que tenho visto algumas lojas novas já melhores do seu formato original? A C&A que abriu há poucos anos no Centro do Rio é beeem melhor, mais iluminada e organizada. A Riachuelo do Nova América também! E ficam no centro/zona norte do Rio.

    2. Maira, isso me irrita também. Em particular na Riachuelo que tem, na minha opinião, qualidade que deixa muito a desejar em relação ao preço. Eu não consigo comprar lá nunca.
      Será que não dava para se tornar melhor antes que querer parecer melhor?

  2. Gostei muito da ideia das reformas sem custo!!! Como sou muito alta kkkk tenho quase sempre que fazer a bainha…

    bjssss

  3. Vanessa comentou:

    Adorei o comentário da Carola…”se tornar melhor antes de querer parecer melhor”.
    Fui nessa Riachuelo da Oscar Freire na semana passada e achei a qualidade das roupas bem ruins…não consegui comprar nada…o que adianta ter uma loja toda bonita, na Oscar Freire, com atendimento diferenciado, se o que importa msm, as roupas, não convencem? Bjs, Ana!

  4. graziela comentou:

    Estou com a Maíra e a Carola… Acho muita falta de respeito com os consumidores essa manutenção de lojas-conceito em áreas estratégicas, em detrimento das demais lojas da rede e, consequentemente, do consumidor comum, que até então bancou a marca e possibilitou seu crescimento. Como normalmente só tenho acesso a fast-fashions em cidades do interior próximas a mim )afastadas dos grandes centros e desse bochicho todo), o que sempre vejo é muito descaso, vendedores carrancudos, que não ajudam a trocar uma peça por um número diferente se o que você pegou não serviu… E como nenhum vendedor te ajuda, mesmo que você esteja sozinha comprando e carregando outras sacolas, é um tal de carregar peso pro provador, voltar pra arara… Enfim… É sempre um horror ir às compras, e percebo que muito disso poderia ser evitado com um treinamento mais adequado, estratégia, melhores políticas de atenção ao cliente…

    1. Ana Carolina respondeu graziela

      Uma pena mesmo. As lojas deveriam ter um padrão de atendimento exemplar em todas! Mas de verdade, sou sempre bem atendida na Riachuelo (levo clientes de consultoria lá porque consigo reservar as peças) e na Renner (não pode mais reservar, mas gosto porque sempre me dão atenção!)

  5. flávia comentou:

    Outra falta de respeito tremenda é algumas cidades NUNCA receberem nada de parceria alguma das fast-fashions

  6. Marcia comentou:

    A loja pode ser linda,organizada,etc, etc, mas com certeza as pessoas que moram nestes bairros “bacanudos” não irão consumir Riachuelo, pois os produtos são péssimos até mesmo pra pessoas como eu que não usa bolsa Chanel, imagina então se as rycas vão comprar algo nesta loja, eles deveriam mesmo é investir em qualidade, e não apenas em marketing.

  7. Cristina comentou:

    Ana, esse scarpin, apesar de lindo, ajuda a piorar o seu joanete porque ele comprime os dedos formando um triângulo na ponta. Escolha sapatos ou sandálias que cubram totalmente o joanete (sem apertar) e deixem os dedinhos mais soltos. Essa é pra mim condição sine qua non quando escolho que sapatos comprar. Nem sempre o mais lindo beneficia nossos pezinhos… Bjs, Cristina.

  8. Cristina comentou:

    Ui, errei de post. Eu me refiro ao scarpin do post anterior… Bjs.

  9. Lia comentou:

    Eu adoro a Riachuelo. Volta e meia consigo achar algo legal, o ambiente da loja é mais agradável que o das demais concorrentes e o ponto mais importante: ela faz ajustes e reserva peças! Já dou preferência a comprar calças lá por isso (você ainda pode escolher como quer a bainha, nem precisa ser igual à original, muito legal) mas não sabia que era pra tudo… Que beleza! Se uma calça de outra fast fashion precisar de bainha desisto e vou procurar na Riachuelo. Onde puder economizar economizo, claro! Também prestigio o estabelecimento que me dá mais valor. A CeA foi tão gananciosa em tirar esse serviço (e reserva tb) que faço meu próprio boicote.
    Outro ponto interessante foi terem mantido a estrutura antiga da loja do Centro com uma placa contando a história. É um detalhe querido…
    Soube que a loja de Ipanema vai ser onde era a Chaika, só não sabia que era conceito. Faço votos de que cresça mais e mais.

  10. Amei seu artigo sobre mesa dobravel. Vou adicionar ao meu favoritos.
    Meu website https://www.casacia.com.br também possui diversos produtos sobre o assunto.

    Somos um novo loja online especializado em produtos de organizador e
    para estante de montar. Obrigado pela atenção