Amarelo ambíguo e o medo

Às vezes perdemos algumas oportunidades de experimentações, creio eu, e muito por nos deixarmos levar pelo que vão pensar. Trazendo aqui pro ladinho do vestir-se, vamos falar sobre os medos e até aquela teimosia básica, oriunda das nossas cismas ou da imagem errônea que construímos sobre nós mesmas e que nos impedem de experimentarmos coisas novas.
Eu sempre ficava confusa quando sugeria amarelo nos meus cursos, e a pessoa descobria que tinha uma cartela com um amarelo radiante, proferia: “Amarelo, não!”.
Nos meus workshops de cores, a maioria esmagadora declara resistência à cor. Logo ele, o amarelo, o mais solar? Sim, eu fui pesquisar sobre essas reações e tem um por quê: amarelo, segundo o livro A Psicologia das cores, é uma cor contraditória, podendo significar otimismo e ciúme (!).As cores mais luminosas costumam ser mais amadas com a idade, e apesar desse simbolismo maravilhoso de estar associada ao sol e ao ouro (inshalá), o livro detalha que, talvez por depender de estar associada a outras cores para passar a sua mensagem. Ao lado do preto, fica berrante demais; ao lado do branco, radiante.
Amarelo, ainda segundo o estudo e as análises, transmite mensagem de otimismo, mas também da irritação. É a cor da iluminação, mas também dos traidores (!!!!). Ambígua, mesmo. Mas gosto de pensar que, apesar disso tudo, associada ao sorriso e a roupas que tragam também momentos de ludicidade, o amarelo revela essa irradiação vibrante de energias maravilhosas, que contagiam quem está à nossa volta.
ana-soares-amarelo
Acredito que tenha a ver também com o fato de crescermos numa sociedade que amedronta mulheres que gostam de “aparecer”. Mulher colorida é aparecida, amostrada, exibida, o que ela tá querendo? – dizem, sem mensurarem as consequências.
E aí vamos crescendo com essa desconfiança de nos colorirmos, com essa necessidade de nos apagarmos, de não chamarmos atenção. pode ser timidez e discrição, claro, mas eu digo pra vocês com tantas análises de cores, que a maioria sente é medo mesmo. Medo de sair da zona de conforto, de ser julgada, de apontarem o dedo no trabalho, de ser o alvo crítico das atenções, de chamar mais atenção pro estético que o intelecto, de parecer ridícula, de ficar feia.
Soma-se a isso com a ambiguidade dessa cor tão resplandescente e, pronto, temos a receita para uma negação imediata sobre qualquer tentativa de uso de roupas nesses tons. Você não precisa usar o mais luminoso dos amarelos ou das cores: temos mais de 100 tons diferentes para cada cor que você pensar aí. E cada um tem um nome e uma composição diferente. Dá pra encontrar o que te agrada e o que vai fazer você se sentir mais confiante para testar uma ideia nova. Ou então usá-la num detalhe, menor mesmo, em doses homeopáticas: pode ser um colar, num pedacinho de uma estampa, em um brinco pequeno, no lenço amarrado na bolsa.
Eu digo isso vestindo um look inteiro amarelo, coisa que eu jamais tentaria, mesmo. E eu me senti belíssima, rodopiante, phyna! Ah, e essa reação é bem comum também de quem passa pelo workshop. O “Deus me Livre!” vira, dias depois “Obrigada! Sem você eu jamais tentaria essa combinação”.
Não precisa agradecer, gente. O mérito pelo passinho além é de vocês. <3
ana-soares-amarelo-2

Blusa e saia Wymann
Sapato do acervo da marca
Brincos Trocando em Miúdos

Compartilhe nas redes sociais
pinterest: pinterest
tumblr:
google plus:

Comente pelo Facebook

Comentários pelo blog

18 comentários

  1. Carla Monteiro comentou:

    Ana, pois eu descobri o meu “amarelo perfeito” há alguns anos atrás no susto, ao esbarrar com uma blusa e não larguei mais. Hoje sou a louca do amarelo e é aquele tom, o meu tom. Eu tenho várias peças com variações, mas percebo claramente o tom certo pra mim e foi instintivo. Eu fico linda com ele, me dá um levante, um negócio! Depois de virar a louca do amarelo comecei a converter as amigas e hoje várias encontraram o seu próprio amarelo perfeito e eles são completamente diferentes entre si. Eu amo muito mesmo, aqui não há dúvidas, amarelo é tudo de bom S2

  2. Carla Monteiro comentou:

    Ana, pois eu descobri o meu “amarelo perfeito” há alguns anos atrás no susto, ao esbarrar com uma blusa e não larguei mais. Hoje sou a louca do amarelo e é aquele tom, o meu tom. Eu tenho várias peças com variações, mas percebo claramente o tom certo pra mim e foi instintivo. Eu fico linda com ele, me dá um levante, um negócio! Depois de virar a louca do amarelo comecei a converter as amigas e hoje várias encontraram o seu próprio amarelo perfeito e eles são completamente diferentes entre si. Eu amo muito mesmo, aqui não há dúvidas, amarelo é tudo de bom S2

  3. Denise d. comentou:

    Amo amarelo !
    Hoje mesmo vi ima moça com vestido midi amarelo e era tão bonito e diferente que se destacava na rua.
    Con exceção de calça, tenho muitas peças amarelas e uma parede na sala.
    Bjs

  4. Denise d. comentou:

    Amo amarelo !
    Hoje mesmo vi ima moça com vestido midi amarelo e era tão bonito e diferente que se destacava na rua.
    Con exceção de calça, tenho muitas peças amarelas e uma parede na sala.
    Bjs

  5. Kátia Rodrigues comentou:

    Eita! Descobri que sou aparecida, amostrada e exibida… Amo cores! Só quero usar o que gosto nada mais.

  6. Kátia Rodrigues comentou:

    Eita! Descobri que sou aparecida, amostrada e exibida… Amo cores! Só quero usar o que gosto nada mais.

  7. silvia comentou:

    Que curioso, né? As cores provocam diversas sensações na gente… eu AMO amarelo, mas acredito que não seja uma cor que me favoreça. Acho tão alegre… enfim, é subjetivo né?

  8. silvia comentou:

    Que curioso, né? As cores provocam diversas sensações na gente… eu AMO amarelo, mas acredito que não seja uma cor que me favoreça. Acho tão alegre… enfim, é subjetivo né?

  9. Julie B. comentou:

    que coincidência, hoje saí com uma blusa amarela, cujo tom adoro, e a moça do caixa do restaurante aqui do trabalho falou que a cor me deixava muito bem, radiante mesmo! aí recebo notificação desse post e só confirma o que eu já estava pensando: quero mais peças amarelas! ainda mais que resolvi que agora sou uma pessoa bronzeada, e estou redescobrindo minha relação com várias cores.

    ana, a cartela da pessoa não muda mesmo quando nos bronzeamos? eu sou do time que pega muita cor, quando se empenha (toma sol vários dias seguidos), tanto que passei uns anos branquela e todo mundo desacreditava da minha cor nas minhas fotos de criança. e hoje sempre comentam, quando eu volto de férias, que eu tou bem bem queimada.

    ah, amei esse look! e olhe que em geral não sou fã dos amarelos mais claros, sou da turma que gosta dos saturados (frios ou quentes), mas essa roupa tá uma lindeza.

    1. Ana Carolina respondeu Julie B.

      Não muda não! O que avaliamos na análise é o subtom, camada mais profunda da pele 🙂

  10. Julie B. comentou:

    que coincidência, hoje saí com uma blusa amarela, cujo tom adoro, e a moça do caixa do restaurante aqui do trabalho falou que a cor me deixava muito bem, radiante mesmo! aí recebo notificação desse post e só confirma o que eu já estava pensando: quero mais peças amarelas! ainda mais que resolvi que agora sou uma pessoa bronzeada, e estou redescobrindo minha relação com várias cores.
    ana, a cartela da pessoa não muda mesmo quando nos bronzeamos? eu sou do time que pega muita cor, quando se empenha (toma sol vários dias seguidos), tanto que passei uns anos branquela e todo mundo desacreditava da minha cor nas minhas fotos de criança. e hoje sempre comentam, quando eu volto de férias, que eu tou bem bem queimada.
    ah, amei esse look! e olhe que em geral não sou fã dos amarelos mais claros, sou da turma que gosta dos saturados (frios ou quentes), mas essa roupa tá uma lindeza.

    1. Ana Carolina respondeu Julie B.

      Não muda não! O que avaliamos na análise é o subtom, camada mais profunda da pele 🙂

  11. Juliana comentou:

    Oi, Ana!
    Faço pós em Naturopatia e estou nesse momento estudando cromoterapia…
    Engraçado o título do post. Porque o amarelo é associado ao chakra do plexo solar, cujo desequilíbrio é o … medo.
    Bom, sobre o amarelo eu adoro, acho puro ouro, inshalá, como vc mesma disse. 🙂
    Parabéns pelo blog, acompanho há algum tempo, comento raramente (aqui ou no insta), mas entro frequentemente, está cada vez melhor!
    Beijinhos,
    Ju

    1. Ana Carolina respondeu Juliana

      Juliana, que legal essa sua informação! Vou ler mais sobre esse chakra 🙂

  12. Juliana comentou:

    Oi, Ana!
    Faço pós em Naturopatia e estou nesse momento estudando cromoterapia…
    Engraçado o título do post. Porque o amarelo é associado ao chakra do plexo solar, cujo desequilíbrio é o … medo.
    Bom, sobre o amarelo eu adoro, acho puro ouro, inshalá, como vc mesma disse. 🙂
    Parabéns pelo blog, acompanho há algum tempo, comento raramente (aqui ou no insta), mas entro frequentemente, está cada vez melhor!
    Beijinhos,
    Ju

    1. Ana Carolina respondeu Juliana

      Juliana, que legal essa sua informação! Vou ler mais sobre esse chakra 🙂

  13. Monica comentou:

    Achei que vc ficou linda, mas amarelo pra mim não dá! Acho que fico com cara de doente ?. Eu adoro mesmo é o coral, aí sim me sinto radiante ? ???

  14. Monica comentou:

    Achei que vc ficou linda, mas amarelo pra mim não dá! Acho que fico com cara de doente 🤒. Eu adoro mesmo é o coral, aí sim me sinto radiante 😄 😄😄😄