Minha mala para viagens curtas

Já que a mala de Portugal foi su-ces-so, pensei em dividir com vocês também as minhas malas para viagens mais curtinhas, que é a minha rotina mensal por conta dos cursos que dou em outros estados.

Há alguns anos eu sofria MUITO para montar mala para um final de semana apenas, ainda mais se fosse evento de moda ou curso no segmento. Deixava para arrumar tudo em cima, sofrendo, e em todas as vezes era comum odiar as roupas que eu tinha levado (levava sempre um MONTE, achando que teria opção) e sair para comprar alguma que ajudasse a melhorar o look. Era cansativo, frustrante e péssimo pro meu bolso.

Como eu faço hoje, viagem de 3 dias e duas noites

Sexta agora vou pra Brasília dar um workshop no sábado. Vou passar a sexta, sábado e volto domingo de manhã. Levo mala de mão e quero lembrar que as roupas dividem espaço com minhas bandeiras e cartelas de cores (ou seja, estão dispostas assim só para vocês visualizarem) e ainda levo uma mochila com meu notebook.

Sexta vou passear um pouco, talvez encontrar amigos e passar uma parte do dia trabalhando no hotel com minha assistente. No sábado será o dia inteiro de curso de cores. Brasília costuma fazer um calorzinho de dia (que é seco, ou seja, acho o sofrimento menor) e um clima mais fresco à noite ou frio mesmo, com vento.

Roupas da mala de dois dias em Brasília:

– Duas blusas, uma camiseta e uma blusa vinho

– Uma calça vermelha de algodão

– Uma jaqueta jeans

– Pijama e calcinhas

– Um colar e um par de brincos

– Necessaire de produtos e make

– Uma sapatilha pro dia do curso e um tênis

mala-ana-soares-poucos-dias

Antigamente eu era mais vida lok4 e levava só UMA blusa e UM sapato. Depois de um curso no final do ano passado em SP, em que a sandália que eu levei arrebentou do nada e a blusa descobri no dia do curso que estava manchada (sei lá como!!), e dei o curso com o aerolook, aprendi também que não pesa tanto botar umas peças extras pra garantir, hehehe!

Então, além de separar o extra, inspeciono os botões, fechos, dou uma olhada se não tem mancha, fio solto, essas surpresinhas.

O look do voo da sexta-feira é um vestido preto não porque eu acredite que temos que viajar de preto, mas tem um pouco disso, sim. Sempre penso se alguma bebida cair durante o voo, não causar tantos danos à roupa, hahaha! E também porque esse é um dos poucos vestidos que está servindo bem, sem me apertar, já que dei uma engordada nos últimos meses.

 

 

mala-ana-soares

As peças nesse post são específicas para esse evento, mas a base da mala é exatamente essa para qualquer outra viagem curta que eu faço:

– Uma parte de baixo que pode ser uma saia ou uma calça, ou duas calças, caso eu viaje no inverno ou para uma cidade fria, sendo que eu vou vestindo uma

– Duas partes de cima

– Uma terceira peça

– Uma blusa que uso pra viajar com a segunda parte de baixo ou um vestido

Isso para uma viagem de trabalho ou lazer, viu?

Se for para praia, mesmo período de tempo, seria:

– Três blusas

– Dois shorts ou um short e uma saia

– Um vestido

– Biquini e maiô

– Canga

– Havaianas e uma sandália

Não levo vários acessórios porque acho bobagem, às vezes coloco algum lenço também, dependendo do look, ou uma pashimina para os voos ou possíveis mudanças de tempo.

Eu montei a mala ontem, terça, pra viagem de sexta. Levei 15 minutos porque eu já sabia os looks.

Viajar com mais frequência, sem dúvida, ajudou nesse exercício de montar uma mala sem drama, mas principalmente o planejamento e a ideia que é isso que contribui para uma mala bem feita e funcional, que me deixa feliz ao chegar no destino, e não com saudade do meu guarda roupa. 🙂

Vou fotografar os looks em Brasília e venho dar um retorno e mostrá-los! 🙂

Compartilhe nas redes sociais
pinterest: pinterest
tumblr:
google plus:

Comente pelo Facebook

Comentários pelo blog

10 comentários

  1. Julie B. comentou:

    ana, trazendo infos de brasília, tem chovido um pouquinho esses dias (só uma chuva, não o dia todo), e o calor não tá forte não (comparando com rio, ou até salvador, de onde eu venho). mas também não tá fresquinho (no sentido de friozinho). clima bem gostosinho!
    aproveite a viagem e eu tou amando tudo que é post de mala, tou querendo ficar ninja nessa arte!
    beijo, querida!

    1. Ana Carolina respondeu Julie B.

      Hummmm, acabei de ver isso! Acho que vou mudar a sapatilha 🙂 Obrigada Julie!

  2. Carla comentou:

    Amandoo as dicas de mala

  3. Carla comentou:

    Ana, posta as fotos dos looks! Aqui em Brasília tem chovido td dia. Chuvas rápidas.

    1. Ana Carolina respondeu Carla

      Boa ideia, Carla! Vou fotografar todos lá em Brasília e dar o retorno se funcionaram direitinho pro clima daí. 🙂

  4. silvia comentou:

    Oi meninas! Alguém tem dicas de uma mala pequena para 28 dias na europa na primavera? quero levar pouca coisa….. já me falaram q a temperatura é bem agradável, nada de casacões e botas por exemplo. pensei em levar 2 tenis, 1 sapatilha e 1 chinelo (sempre levo chinelo pq é o que me salva qdo o pé fica dolorido, mesmo eu achando horrível)… enfim, pensei em levar 1 casaco mais pesado (q vai no avião) . alguém tem essa experiencia?

    1. Uiara respondeu silvia

      Acho que o bom seria levar apenas dois calçados, e de preferência confortáveis, para ir intercalando – se o objetivo for bater perna uma sapatilha não é tão interessante. Para ficar no hotel, levo um chinelinho de tecido dobrável que comprei na Daiso, porque os chinelos estilo havaianas ocupam espaço demais e são pouquíssimo usados – a não ser que tenha o costume de tomar banho com eles, aí já é outra história. Dependendo do país, na primavera não faz tanto frio, um casaco mais leve com blusa térmica por baixo pode resolver.

      1. Eliana respondeu Uiara

        Adorei as dicas. Também estou indo, obrigada!
        Bjs

      2. silvia respondeu Uiara

        Olá. obrigada pela resposta. acho q vou abolir a sapatilha entao rs… a havaiana eu sempre levo pq sempre me salva…. eu vi q as temperaturas sao bem amenas, principalmente na italia. tb nao quero nada q ocupe muito espaco pq quero uma mala sucinta. a roupa termica eu tenho mas ficona duvida se vou usar. obrigada!!!!

        1. Juliana respondeu silvia

          As temperaturas na primavera são amenas mas dificilmente quente o suficiente (especialmente pra brasileiras) pra usar sandália/chinelo real oficial. Bom, depende também de onda na Europa e em que altura da primavera! O ideal seria você dar uma olhada nas médias de temperatura das cidades que você vai visitar no período da sua viagem. E pense se você é calorenta ou não–com 25 graus eu estou de camiseta tranquila, mas no Rio a galera tá de casaco bota e cachecol XD